Tradutor

English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

1 de dez de 2010

Uma Peste Destruidora! (Amós 4:10)Quero lhe falar francamente sobre a AIDS: ela rapidamente está se tornando a pior praga da história da humanidade. Ninguém consegue dimensionar quão disseminada ela estará daqui há cinco ou dez anos, quantas pessoas ela exterminará.



AIDS - A Epidemia dos Tempos Finais

Conforme o relatório anual da UNAIDS, todo dia são contaminadas pela AIDS 16.000 pessoas, em sua maioria jovens.
Apenas no ano passado, 4,8 milhões foram infectadas com o vírus HIV, número superior a qualquer ano anterior. Assim, o total de contaminados subiu de 35 milhões em 2001 para 38 milhões até o final de 2003, conforme informou em Londres e Genebra o programa de combate à AIDS das Nações Unidas. Segundo seus dados, em 2003 morreram 2,9 milhões de pessoas em decorrência da deficiência imunológica adquirida. Isso equivale à população de grandes metrópoles mundiais. Dentre as vítimas, aproximadamente 500.000 têm menos de 15 anos de idade.
A cada seis segundos alguém se contamina com o vírus da AIDS, o que representa aproximadamente 15.000 pessoas por dia. A metade dos novos infectados tem entre 15 e 24 anos de idade. Apesar do total de doentes ter sofrido uma leve redução, os custos para combater a epidemia crescem. Cinco a seis milhões de aidéticos de países pobres precisam com urgência do coquetel de medicamentos contra o vírus. Porém, conforme o relatório, somente sete por cento têm acesso a ele. Para combater mais efetivamente a AIDS no próximo ano, seriam necessários doze bilhões de dólares ao invés dos dez bilhões gastos neste ano.
Segundo o relatório, o crescimento dos custos tem diversas causas. Por exemplo, até agora o risco de contaminação através de instrumentos médicos teria sido menosprezado, vindo a ocasionar despesas adicionais. Além disso, teria havido descuido com a proteção de médicos e enfermeiros e com os órfãos da AIDS. Em 2003, 15 milhões de crianças perderam os pais ou um deles por causa da AIDS.
Novas epidemias, que parecem não encontrar barreiras para se disseminar, estão se espalhando pelo Leste europeu e pela Ásia, onde vive 60% da população mundial. Lá, 1,3 milhões de pessoas já estão infectadas - em 1995 eram apenas 160.000. A Rússia é o país mais afetado. A ONU considera como principal razão para o grande avanço da doença as seringas compartilhadas no uso de drogas. A contaminação por via sexual também aumentou, principalmente quando um dos parceiros é dependente de drogas. Nas repúblicas centro-asiáticas da ex-União Soviética como o Uzbequistão, o Quirguistão ou o Cazaquistão a heroína chega a ser mais barata que o álcool.
Se não forem tomadas iniciativas enérgicas, a AIDS provocará na Ásia uma catástrofe semelhante à verificada na África. Principalmente países populosos como a índia e a China deveriam abrir os olhos para a realidade da AIDS. Os altos índices populacionais desses países poderiam levar a um aumento assustador no número de infectados. Na China, na Indonésia e no Vietnã a UNAIDS culpa a grande ignorância do povo pela propagação dessa pandemia: 20 anos depois da primeira morte causada pela AIDS, ainda impera, principalmente nas áreas rurais, um grande desconhecimento sobre as formas de contaminação e de prevenção.
Mas é na África que a AIDS mais se alastra, especialmente nos países ao sul do Saara. A relativa estabilidade.de 25 milhões de infectados mascara o crescimento real tanto no número de mortos como de novos contaminados pelo vírus.
A AIDS continua se espalhando também pelos Estados Unidos e pela Europa Ocidental, além da América Latina, especialmente entre homossexuais e bissexuais. (Welt.de)
As estatísticas mundiais são estarrecedoras, lembrando-nos das palavras de Jeremias 14.19: "Aguardamos a paz, e nada há de bom: o tempo da cura, e eis o terror."
Nosso tempo é caracterizado por catástrofes naturais, guerras (atualmente há 51 conflitos armados em curso), terrorismo, crises econômicas e doenças incuráveis. Por isso, não devemos parar de alertar e de chamar a atenção para a profecia do Senhor acerca dos tempos finais:
"haverá grandes terremotos, epidemias e fome em vários lugares, coisas espantosas e também grandes sinais no céu" (Lc 21.11).
Agora os cientistas estão mais sóbrios: a indústria farmacêutica ainda não conseguiu desenvolver vacinas ou remédios para a AIDS e não há perspectivas em vista. Além disso, o vírus HIV pode desenvolver resistência aos tratamentos. Na Alemanha, apesar de todos os cuidados e medidas adota das para combater o vírus, ainda morrem 700 pessoas de AIDS por ano.
Reinhard Kurth, virólogo e chefe do Instituto Robert-Koch, lamenta que "a AIDS é a maior catástrofe médica da era moderna, apenas a peste pode ser comparada a ela". Essa afirmação chama a atenção, pois corresponde às palavras de Jesus.
O enorme risco de contaminação pelo vírus da AIDS é menos prezado pela sociedade, que parece não estar ciente do grande perigo que essa doença representa. Isso não acontece apenas porque as campanhas de esclarecimento são insuficientes. A realidade é que as pessoas parecem ficar mais e mais insensíveis, continuando a seguir seus instintos sem medir as conseqüências de seus atos e sem se preocupar com quaisquer normas ou limites. Uma reportagem da conceituada revista alemã "Der Spiegel" dizia que, para muitas pessoas, a doença perdeu o pavor. Por exemplo, apenas 30% da população alemã considera a AIDS uma das doenças mais perigosas; em 1987 esse número era o dobro. O que falta é esclarecimento, principalmente a respeito da realidade de que a AIDS é, em grande parte, conseqüência de imoralidade e prostituição. A prática da homossexualidade, do adultério e da infidelidade conjugal estão entre os maiores fatores de risco. O comentário da revista alemã "Der Spiegel" prossegue: "em geral, a AIDS infecta homens gays e bissexuais. Quarenta e um porcento dos novos infectados são desse grupo populacional" .
Mesmo as grandes denominações religiosas não tomam uma posição clara nesse assunto e evitam chamar a atenção para o problema, passando a idéia de que as causas para o alastramento da doença sejam outras. Ao invés de conclamar as pessoas à fidelidade, se faz propaganda de preservativos para que as pessoas continuem a viver como acham certo, sem mudar seu comportamento. As conseqüências diretas são não apenas os milhões de infectados e mortos, mas os imensos custos para o sistema de saúde e o peso que representa para as instituições governamentais, além do ônus que recai sobre cada cidadão em particular. O tratamento da AIDS é muito caro e, para muitos, impagável. Some-se a isso o investimento em pesquisas e os muitos órfãos deixados pela doença, mais os inocentes, como médicos e enfermeiros, que se infectam ao lidar com aidéticos, e teremos um quadro um pouco mais realista do horror que ela representa nos dias de hoje.
Costumamos lamentar que a ciência ainda não tenha descoberto nenhum meio de combater esse vírus, que o governo não disponibiliza meios suficientes para pesquisa e medicamentos, que não há esclarecimento suficiente para a população, e muitos até culpam a Deus. Mas a Bíblia diz: "Por que, pois, se queixa o homem vivente? Queixe-se cada um dos seus próprios pecados. Esquadrinhemos nossos caminhos, provemo-los e voltemos para o Senhor. Levantemos o coração juntamente com as mãos, para Deus nos céus..." (Lm 3.39-41).
Não é fácil escrever um artigo destes e chamar a atenção para o que a Bíblia diz a respeito, pois não queremos acusar ninguém ou dar a entender que a culpa é somente da própria pessoa que ficou doente. Não é este o nosso alvo. O que importa é sofrer com os que sofrem e ter a consciência de que nós mesmos somos pecadores. É o amor que nos move e nos leva a mostrar a verdade, pois apenas a verdade liberta. Deus diz de Si mesmo que Ele "não aflige, nem entristece de bom grado os filhos dos homens" (Lm 3.33).
Todo sofrimento e toda miséria que há no mundo acontecem porque Deus permite. É com esse sofrimento que temos de lidar, uma vez que voltamos as costas para Deus, não queremos saber dEle e decidimos fazer as coisas como bem entendemos. Se Deus nos protegesse de todo mal apesar da nossa rebelião contra Ele, se tudo andasse às mil maravilhas conosco, afastarnos-íamos ainda mais do Senhor. Mas com o sofrimento vem a chance de dar meia-volta, de repensar nossa vida e de voltar para Deus. Terrorismo, guerras, doenças e quaisquer outras catástrofes não estão mostrando a falta de misericórdia de Deus; elas revelam toda a maldade humana e mostram quanto o pecado é terrível aos olhos de Deus e onde chegamos - sem Ele! Quem teria a idéia absurda de culpar a polícia quando um motorista corre demais e causa um acidente?
A Bíblia continua: "O Senhor não rejeitará para sempre; pois, ainda que entristeça a alguém, usará de compaixão segundo a grandeza das suas misericórdias" (Lm 3.31-32). Deus não entristece uma pessoa por tê-la rejeitado para todo o sempre, mas Ele manda tristeza para poder fazer uso de Sua grande graça e misericórdia. A plenitude da graça de Deus é Jesus Cristo. Ele veio ao mundo para salvar os pecadores e para dar-lhes Seu perdão. Todas as coisas ruins que acontecem neste mundo são uma mensagem do Senhor dizendo aos homens que só em Jesus existe a chance de voltar, de recomeçar e de ser liberto de todos os pecados. Somente Ele traz ajuda real, e sem Ele estamos irremediavelmente perdidos.
O horizonte está escurecendo, as sombras do Apocalipse estão cobrindo mais e mais o nosso mundo. As epidemias que Jesus mencionou em Seu sermão sobre os tempos finais equivalem ao quarto selo do Apocalipse: "Quando o Cordeiro abriu o quarto selo, ouvi a voz do quarto ser vivente dizendo: Vem! E olhei, e eis um cavalo amarelo e o seu cavaleiro, sendo este chamado Morte; e o Inferno o estava seguindo, e foi-lhes dada autoridade sobre a quarta parte da terra para matar à espada, pela fome, com a mortandade e por meio das feras da terra" (Ap 6.7-8). Ainda não estamos experimentando os juízos dos selos, mas tudo parece conduzir nessa direção. Isso nos impulsiona a proclamar o Nome de Jesus antes que o tempo da graça termine e a noite venha sobre toda a terra. Entretanto, sabemos que "todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo" (Rm. 10.13).
Autor: Norbert Lieth



Como Deter a Epidemia de AIDS

por

Brian M. Schwertley


Os Estados Unidos participaram da revolução sexual e agora a América está engolfada no que provavelmente é a pior doença de todos os tempos – a epidemia de AIDS. Essa epidemia é realmente única em nossa história moderna. Não há cura para a AIDS. Ela traz uma morte virtualmente certa, e agonizante. Acima de tudo, o vírus da AIDS é transmitido quase que exclusivamente por meio de relações sexuais e do uso de drogas injetáveis. O número de pessoas que contraem a infecção por transfusão de sangue é praticamente nulo desde que foi introduzido o teste de anticorpos. O que isso significa? Significa que se os americanos abandonassem o seu perverso comportamento pecaminoso – sexo ilícito e uso de drogas – a epidemia de AIDS poderia cessar seu rastro de morte.
Deus é soberano. Ele tem absoluto controle de todos os acontecimentos. Por que Deus permitiu que uma tal epidemia devastadora solapasse nossa nação? Uma razão é a aprovação do nosso país, a acolhida, a obsessão com a imoralidade sexual, ou fornicação. Fornicação é usada de duas maneiras no Novo Testamento. Ela pode significar a relação sexual entre pessoas não casadas (1 Cor. 7:1-2), mas ela também é usada para descrever pecados sexuais em geral (Atos 15:20, Gal. 5:19). Para que a América se arrependa, devemos ver os pecados sexuais como Deus os vê: perverso, sujo, destrutivo, uma abominação, e pecado contra nosso próprio corpo. “Fuji da imoralidade. Todo pecado que alguém comete é fora do corpo, mas aquele que comete imoralidade sexual peca contra o seu próprio corpo” (1 Cor. 6:18). Ao invés de tornar heróis os homossexuais, sodomitas e pervertidos, fornicadores, prostitutas e travestis astros do basquete, nós devemos encarar a verdade. Deus é a verdade.
Para entender a visão de Deus da sexualidade, devemos nos focar em Sua infalível Palavra, a Bíblia. O que segue é uma lista parcial descrevendo o que Deus acha dos pecados sexuais que comumente são praticados em nosso país. HOMOSSEXUALISMO é considerado uma abominação perante Deus (Gen. 19:4-11, Lev. 18:22, 20:13; Rom. 1:26-27; Judas 1:6-7). BESTIALIDADE, ou fazer sexo com um animal, é perversão (Lev. 18:23; 20:15-16). ADULTÉRIO é um pecado contra a família e deve ser punido com morte (Lev. 19:10, 20:11, Ex. 20:14, Deut. 5:18, 22:22-25). Jesus Cristo ensinou que até mesmo aquele cobiçar a mulher de outro homem em seu coração é digno do inferno (Mat. 5:27-31). INCESTO, em todas as suas formas, é estritamente proibido (Lev. 18:6-18, 20:12, 14, 17, 19, 21; Deut. 22:30; 1 Cor. 5:1-5). PROSTITUIÇÃO; masculina e feminina, são condenadas em todas as suas formas, ritualística ou qualquer outra (Deut 23:17, 18; Prov. 7:6-27; 1Cor. 6:15). Em Apocalipse 17:5, prostituição representa rebelião e maldade. Se um homem SEDUZISSE uma mulher solteira, ele teria de pagar seu dote (o equivalente aproximado a três anos de trabalho) e ele teria de casar-se com ela, a menos que o pai dela o proibisse. Neste caso, ele ainda teria de pagar seu dote (provavelmente algo em torno de 30 mil dólares em dinheiro de hoje; veja Ex. 22:16-17, Deut. 22:28-29). TRAVESTIR-SE e inverter a vestimenta é uma abominação para Deus (Deut. 22:5). RAPTORES [ESTUPRADORES] (homens que forçam fisicamente mulheres a fazer sexo) são condenados à morte (Deut. 22:25). PORNOGRAFIA em todas as formas é explicitamente condenada (Rom. 1:32).
Perceba que embora a nossa sociedade veja o sexo antes do casamento, o viver junto sem estar casado, a homossexualidade, e o adultério como um comportamento normal, Deus não o vê! De Deus não se zomba. Você pensa que a AIDS é ruim? O inferno é muito pior. Todos os pecados sexuais listados acima, exceto luxúria e sexo antes do casamento, foram em Israel ofensas cuja pena era a morte. (Pornografia de sexo explícito é uma forma de prostituição e pode se enquadrar nas sanções civis para a prostituição.) Deus não ameniza com pecado sexual. Sexo antes do casamento, amplamente aceito e praticado em nossos dias, foi visto com tamanho ódio por Deus que mesmo depois de um único ato, o casal seria forçado a se casar e o homem a pagar uma enorme soma de dinheiro. Deus disse. Os fornicadores não entrarão em Seu reino. “Não sabeis que o injusto não herdará o reino de Deus? Não vos enganeis. Nem fornicadores nem idólatras, nem adúlteros, nem efeminados, nem sodomitas, nem ladrões, nem cobiçosos, nem maldizentes herdarão o reino de Deus” (1 Cor. 6:9-13). “Os covardes, incrédulos, abomináveis assassinos, sexualmente imorais, feiticeiros, idólatras, e todos os mentirosos devem tomar parte no lago que arde com fogo e enxofre, que é a segunda morte” (Apo. 21:8).
Como no Israel de outrora, a América está cheia de falsos profetas (a mídia, o clero liberal, os porta-vozes do governo e funcionários da saúde), maus sacerdotes (o clero que trocou a palavra de Deus pelo humanismo secular), e príncipes famintos e perversos (muitos senadores, congressistas, e funcionários do governo nos níveis local, estadual e nacional). E as pessoas adoram isto (veja Jer. 5:30-31). Por que? Porque as pessoas não querem a verdade. Eles amam seus próprios pecados ao invés de Deus. A mensagem hoje não é crer em Jesus Cristo, submeter-se a Sua autoridade, a Sua lei. Não é para arrepender-se de seus pecados e revestir-se da justiça de Jesus Cristo. A mensagem é sexo seguro – use camisinha. E você vai estar seguro. Deus irá julgar nossa nação perversa por sua desenfreada imoralidade sexual.
Aprenda a lição de Acabe, rei de Israel. Acabe foi um homem perverso. Ele abandonou os mandamentos de Deus e seguiu falsos deuses (1 Reis 18:18). Ele falhou em executar um homem mau que Deus condenou à morte (1 Reis 20:42), e ele era culpado de roubo e assassinato (1 Reis 21:16). Deus proclamou juízo e destruição contra Acabe (1 Reis 21:19; 22:23): Acabe seria morto e cachorros lamberiam seu sangue. O que Acabe fez? Acaba fez-se falsa e temporariamente arrependido (1 Reis 21:27) e retomou seus caminhos perversos (1 Reis 22:26-27). Acabe amava o pecado. Ele amava o poder. Ele não queria realmente se arrepender. Então, Acabe fez-se supostamente arrependido e cingiu sua armadura para entrar em batalha. Acabe se disfarçou (1 Reis 22:30) e confiou em sua armadura, seu preservativo, ao invés de em Deus e em sua Palavra. Mas não se pode zombar de Deus. Deus requer um arrependimento real e duradouro (2 Cor. 7:10) não um disfarce.
“Então certo homem entesou o arco e atirou a esmo, e feriu o rei de Israel entre as juntas de sua armadura. Então o rei morreu...e os cachorros lamberam o seu sangue enquanto se lavavam o carro, de acordo com a palavra que o Senhor havia dito” (1 Reis 22:34ª, 37ª, 38b).
Como você pode proteger a si mesmo? Arrependa-se! Arrependimento é muito simples. Quando você se arrepende você muda seu pensamento sobre seu estilo de vida atual. Você vê seu estilo de vida hoje como ele é: pecaminoso, perverso, mal, escarnecedor, vão, carnal, fútil, e inútil. Vê que seu estilo de vida serve mais a suas próprias luxúrias e prazeres do que a Cristo. Vê que o modo como você vive é algo que conduz à morte e o inferno ao invés de à vida eterna com Jesus Cristo e Seu povo. Se sua mudança de mente for real, se for sincera, então você abandonará seu estilo de vida perverso. “Aquele que encobre os seus pecados não prosperará, mas quem os confessa e abandona alcançará misericórdia” (Prov. 28:13). Você deve se afastar de seu pecado e pôr a sua confiança em Jesus Cristo. Se você crer em Jesus Cristo, então sua velha vida é mortificada com Ele na cruz. Então você é elevado com Cristo à uma nova vida de esperança e obediência à Palavra de Deus. “Se confessares com seus lábios ao Senhor Jesus e creres com teu coração que Deus o ressuscitou da morte, serás salvo” (Rom. 10:9).
Esse arrependimento também envolve uma mudança de mente em relação a Jesus Cristo, quem Ele é, por que ele veio à terra, e o que Ele realizou. Jesus não pode ser visto apenas como um grande mestre, ou um exemplo moral, mas como uma singular pessoa divina-humana, o Filho de Deus, a Segunda Pessoa da Trindade. Jesus não veio só ensinar ética, nem ajudar as pessoas a ter auto-ajuda ou a serem elas mesmas. Ele veio sofrer e morrer na cruz como um sacrifício de sangue por Seu povo. Se você tem fé em Jesus então Seu sangue cobre todos os seus pecados. A vida perfeita, sem pecado, de Cristo é creditada por Deus em sua vida. Portanto, no dia do julgamento você estará vestido com a retidão de Cristo e [será] contado merecedor da vida eterna por causa dos méritos de Cristo (o Seu sangue e a Sua vida). Nós não podemos ganhar o céu porque até mesmo nossas melhores obras são misturadas com pecado. Mas o que nós não podemos realizar, Jesus Cristo realizou. “Deus demonstra Seu amor por nós, em que enquanto éramos ainda pecadores, Cristo morreu por nós. Muito mais então, havendo sido justificados por Seu sangue, devemos ser salvos por Sua vida” (Rom. 8:5-10). Se você não crê que Jesus Cristo é Deus, se você não crê que ele viveu uma vida perfeita, sem pecado, se você não crê que ele foi crucificado e que literalmente ascendeu da tumba depois de estar por três dias em estado de morte, se você não se arrepender de seus pecados, então você está perdido. Você não tem nenhuma esperança. Sua danação eterna é certa. Mas, se você crer, então você tem verdadeiro perdão, verdadeira paz. Você realmente foi adotado na família de Deus. Bem-vindo!

Copyright © Brian Schwertley, Lansing , Michigan , 1998


Traduzido por: Márcio Santana Sobrinho 


O Mito do Sexo Seguro
A Liberação sexual, a AIDS e os meios de prevenção

por
Rev. Gildásio Reis

Moralista! Eis ofensa pior do que xingar a mãe. Não é de hoje, que, ser classificado de moralista, em especial em assuntos sexuais, é ser atingido pela vergonha. O sexo virou tabu – não porque não se possa falar nele, nem porque não se possa praticá-lo nas modalidades que fogem às mais ortodoxas, mas, ao contrário, porque é imprescindível falar nele, divulga-lo o mais possível, escancará-lo no cinema, nas letras de música, nas revistas e na TV, e incentivar a sua prática seja em que modalidade for, homo ou hetero, sozinho ou acompanhado – é tudo normal, normalíssimo, é o que reza a cartilha do nosso tempo; tempos pós-modernos. Sexo virou tabu ao contrário. É proibido proibir. Tentar conter seus impulsos é coisa de velho, atrasado, "careta". É repressão. É censura.
No dia 13 de junho a CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil) divulgou nota oficial condenando o uso do preservativo nas relações sexuais. De acordo com o documento, a camisinha é responsável por "uma vida sexual desordenada". Nota esta, que provocou um protesto, em vários segmentos da sociedade, inclusive do Ministério da Saúde. Mas será que a CNBB está de toda errada?
Muitas vozes na sociedade estão dizendo que a única maneira de evitar a contaminação pelo vírus da AIDS é praticar o sexo seguro, e este, segundo elas, só é possível com o uso da camisinha . Atualmente, “camisinhas” e “sexo seguro” são expressões usadas quase como sinônimas. Advoga-se que seu uso tem contribuído para diminuir o número de contaminação pela doença, e isto, precisa ser questionado, pois as estatísticas não expressam esta declaração .
Neste artigo, embora correndo o risco de ser rotulado de moralista, ou preconceituoso, quero defender uma maneira de se fazer sexo 100% seguro. Diferentemente dessa defendida por estas vozes.
Quero e preciso defender uma estratégia que seja realmente eficiente, pois entendo que, mesmo que as camisinhas venham a reduzir o risco de contaminação com a AIDS e outras doenças sexualmente transmissíveis , as mesmas não podem impedi-las.
Em nota oficial do Ministério da Saúde, há a confirmação de uma margem, e segundo ela bem otimista, de apenas 05 % de insegurança, e que se está conseguindo debelar a doença.. Eis a nota : “O Programa Nacional de Aids, vem debelando o avanço da epidemia no Brasil com campanhas maciças a favor do uso do preservativo, que comprovadamente oferece 95% de segurança contra a infecção pelo HIV ” [1].
Isto não é bem verdade. O Programa Nacional de Aids não está tendo o sucesso que diz ter.

Os números da ONU descrevem um futuro sombrio sobre o avanço da AIDS:
Com a divulgação, no final de junho, do relatório da ONU sobre a incidência de Aids no mundo, um pessimismo fundamentado tomou conta da comunidade médica mundial. A despeito dos avanços científicos, com a criação de drogas potentes, o número de doentes cresce assustadoramente. Hoje, 30,6 milhões de pessoas vivem com o vírus HIV. Cerca de 6 milhões de homens, mulheres e crianças foram infectados apenas no ano passado — 16.000 novos casos por dia. E, em cada dez pacientes, nove estão em países pobres, sobretudo na África e na Ásia.
Em meio a tantas más notícias, a única boa é que , quando se faz uma prevenção eficiente, os índices de contaminação se estabilizam ou decaem drasticamente . No Brasil, desde 1995, contabilizam-se os mesmos 17.000 novos casos por ano . Na Europa Ocidental, entre 1995 e 1997, as notificações de novos casos caíram 38%. Passaram de 23.954 para 14.874. Desde os primórdios da epidemia alerta-se para a importância da prevenção . ( grifo nosso )
Confira abaixo outro triste dado numa matéria de Eduardo Nunomura, falando sobre os órfãos da aids:
“ Passadas quase duas décadas de doença, o Brasil enfim conta seus pequenos desamparados. Entre 1987 e 1999, 30 . 000 crianças de até 15 anos perderam a mãe para a síndrome, mostra um estudo do Ministério da Saúde. O cenário é ainda mais sombrio que o desvendado pelas estatísticas oficiais. O levantamento baseou-se nos registros de óbito por Aids das mulheres que tinham filhos. Ficaram de fora as crianças obrigadas a viver longe da família porque a mãe ou ambos os pais, doentes, não têm como cuidar delas.
Esse é um dos lados mais cruéis da mudança de perfil da síndrome. ( veja boxe ) Algumas crianças correm o risco da contaminação ainda no útero materno e todas vivem sob a ameaça de morte da mãe. Há no país cerca de 200 . 000 filhos de mulheres portadoras do HIV. Três em cada dez são crianças cujas mães já desenvolveram a doença”. [2]
A seguir, três respostas dadas pelo Ministério da Saúde [3], onde o mesmo deixa bem claro que o uso da camisinha não garante 100% e segurança. Confira:
“1 - Há risco da camisinha rasgar ou furar durante a relação? 
Sim, se a camisinha não for colocada de maneira correta ela pode rasgar ou furar. O preservativo masculino é, até o momento, a única barreira comprovadamente eficaz contra a transmissão do HIV (vírus da imunodeficiência humana). Seu uso correto e consistente pode reduzir substancialmente o risco de transmissão do HIV e de outras DSTs (doenças sexualmente transmissíveis). O uso regular do preservativo leva ao aperfeiçoamento da técnica de utilização, reduzindo a freqüência de ruptura e escape, aumentando, consequentemente, sua eficácia. Se ocorrer ruptura do preservativo durante relação sexual com portador do HIV, é possível haver transmissão do vírus.

2-O que fazer se a camisinha se romper? 
Nesses casos, deve-se interromper a relação sexual, lavar os órgãos genitais e reiniciar a relação com um novo preservativo. Deve-se procurar fazer acompanhamento sorológico com aconselhamento. Como a única proteção eficaz contra a Aids é a camisinha, o consumidor deve ficar atento para comprar um produto que atenda a todas as normas do Regulamento Técnico de Qualidade (RTQ) brasileiro, que impõe limites mínimos aos fabricantes para garantia de uso seguro. Para saber se o produto atende a essas normas, basta procurar na embalagem do preservativo o símbolo de certificação do Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (Inmetro). Apenas as marcas de camisinha com esse selo passaram por testes que garantem um bom produto. É preciso atenção a esse detalhe, e também quanto ao prazo de validade do preservativo (também encontrado na embalagem) e se utilizar lubrificante, somente os que são a base de água. Os preservativos podem ser adquiridos gratuitamente em serviços de saúde com autorização para distribuição, comprados em farmácias ou supermercados .

3 - A camisinha protege as pessoas cem por cento contra a Aids? 
O método de uso do preservativo como estratégia de prevenção - de qualquer agravo à saúde, mesmo quando uma vacina é disponível - pode ser considerada cem por cento segura. O uso de preservativo é a melhor medida de combate à disseminação do HIV e de outras doenças sexualmente transmissíveis. Vale insistir que, entre inúmeros estudos sobre a eficácia do preservativo, o mais pessimista aponta para uma eficácia mediana de 70% em situações corriqueiras, incluindo, desse modo, até casos de uso incorreto do preservativo.”

Embora o uso da camisinha seja melhor que a falta de seu uso, ninguém deveria considerá-la absolutamente segura. Em nota acima, o próprio Ministério da Saúde admite falhas. A verdade é que a camisinha não é uma solução apropriada para se proteger contra a epidemia da AIDS. Antes, é uma estratégia provisória e de arranjo.
Entendemos que não é mediante o uso de um preservativo, mas ensinando aos jovens, adolescentes e á população a integridade sexual e como usar este presente da sexualidade humana, conforme ensinado nas Sagradas Escrituras.
Somos a favor do uso do preservativo, desde que usado no contexto do casamento para controle de natalidade, ou para evitar doenças sexualmente transmissíveis, ou outras doenças, tais como Hepatite “C”, etc...Mas, precisamos nos posicionar contra, se a mesma for utilizada para a prática sexual fora do casamento, isto porque somos contra, não á camisinha, mas á fornicação, ao adultério, á imoralidade, á prostituição, etc. Somos contra, não á camisinha, mas ao sexo desordenado que “indiretamente” está sendo incentivado pelas campanhas de prevenção á AIDS.

Nosso Contexto: Liberalismo Sexual
No Brasil, país de sol tropical e do Carnaval, é onde à ardência da carne corresponde a uma filosofia humanista do deixa estar, deixa fazer. Somos um dos campeões mundiais de prostituição infantil. Transformamo-nos numa das mecas do turismo sexual, pois o sexo é o “deus” mais adorado em nossos dias. Somos um dos maiores, talvez o maior, exportador mundial de travestis. Ocupamos lugar de destaque nas estatísticas de incidência da Aids. As nossas crianças de hoje são erotizadas, e vemos isto em programas infantis na televisão. Faz anos que, consciente ou inconscientemente, algumas apresentadoras de programas infantis dão aulas de sedução. A Xuxa é a pioneira e merece ser considerada um símbolo da permissividade da televisão brasileira. Mas Xuxa existe em função de um contexto. O contexto é uma televisão sem freios, só comércio e busca de audiência, mais voltada para a formação de consumidores que de seres humanos.
A TV é uma vitrine. Mas há um contraste enorme entre a vitrine e a vida real. Neste país onde não se vê nada de mais em ensinar às crianças a dança da garrafa. Nas novelas, programas, filmes, onde o sexo é livre como o vento, natural como o ar que se respira, tudo é bonito e sempre acaba bem. Só que na vida real as mães adolescentes têm a saúde debilitada, abandonam a escola, geram bebês malformados, trazem um encargo a mais à família – quando há família – e agravam a própria pobreza. O cigarro já não lhe garante um vôo numa Asa Delta ou uma corrida de Jet Ski, mas um câncer na boca ou nos pulmões. Na vitrine, a bebida lhe dá o sonho de Ter uma garota sensual e rica ao seu lado, mas a realidade é um pesadelo; um casamento desfeito ou uma cirrose hepática, ou uma batida de carro e sem dinheiro para pagar o concerto e também sem aquela mulher bonita da tela. Uma coisa é a vitrine, outra bem diferente, é a vida real.
E é dentro deste contexto que a única estratégia que se veicula hoje para combater a AIDS é: você pode fazer sexo á vontade e com quem quiser desde que use a camisinha.

Resultados da Permissividade:
Isto é permissividade sexual. Veja os resultados desta estratégia arranjada, que ainda pensa estar combatendo a AIDS adotando “indiretamente” a liberação sexual:
No início da epidemia, a doença estava restrita a homossexuais e usuários de drogas injetáveis que compartilhavam seringas infectadas. No Brasil, em 1988, quase metade dos portadores de Aids eram gays e um em cinco era usuário de drogas. Nos últimos cinco anos, as relações heterossexuais passaram a ser a principal forma de transmissão da doença . O resultado é que aumentou dramaticamente o número de mulheres atingidas. Na década de 80, havia uma mulher contaminada para cada dezessete homens na mesma situação. Agora, a proporção é de uma para dois ”. [4] ( grifos nosso )
Esta estratégia ao invés de resolver o problema da AIDS, está criando um outro problema – a promiscuidade sexual. Cada ano que passa, um número muito maior de adolescentes está engravidando e destruindo suas vidas. 700.000 adolescentes entre 10 e 19 anos deram à luz no ano passado em hospitais do SUS, segundo o Ministério da Saúde. Dessas, 32 . 000 tinham entre 10 e 14 anos . Não entram nesses totais as que recorreram a hospitais particulares ou clínicas clandestinas. O número de casos extraconjugais tem crescido e em conseqüência o aumento de separações, divórcios, filhos separados de seus pais, aumento da prática do aborto clandestino, a prostituição infantil, etc...
Hoje em dia, os jovens estão começando a ter relações sexuais cada vez mais cedo. Também pudera, viver em nossos dias é tropeçar em sexo em todos os lugares o tempo todo. Mensagens eróticas, ora refinadas, ora escandalosas , escorrem dos outdoors, de cartazes nos muros, das telas de televisão, de filmes e de músicas, etc...A intimidade tornou-se uma mercadoria manipulada por artistas, símbolos sexuais e até por políticos.
A revista Veja, em sua edição 1620, de 20 de outubro de 1999, trás uma estatística do Ministério da saúde/Sebrap, onde aponta que a razão do aumento de gravidez de adolescentes deve-se á imaturidade e deles começarem a vida sexual cada vez mais cedo. A pedagoga Maria Alves de Toledo Bruns, autora do livro Adolescente e Paternidade , falando sobre a gravidez na adolescência, diz: “ O jovem que faz isto perde grande parte da sua adolescência. É como se envelhecesse dez anos antes do previsto” [5]Os efeitos para a gravidez precoce são devastadores, mas o adolescente no calor da hora, não tem maturidade suficiente para colocar a razão acima da emoção. O sexo ilícito é apresentado com charme no cinema, nos programas de televisão e nas revistas. Vamos nos acostumando e aceitando o sexo desordenado como parte da vida moderna. Mas é exatamente isto que as campanhas de prevenção de Aids incentiva.
Dizer para um adolescente que ele pode “transar” com quem quiser desde que se previna, distribuindo para eles camisinhas, é como distribuir entre eles, copos de água para apagarem um incêndio num prédio. Ou seja, distribuir camisinhas para os adolescentes e jovens e dizer a eles, façam sexo a vontade desde que usem o preservativo, é uma tremenda irresponsabilidade. Entender que esta estratégia é fazer sexo seguro, é o mesmo que colocar um revólver em suas mãos com apenas uma bala, girar o tambor, mandar que apontem para suas cabeças e que puxem o gatilho. Talvez a bala não saia no primeiro tiro, nem no segundo, quem sabe só vai sair no décimo segundo tiro. Sexo com camisinha é como brincar de roleta russa. Eles podem morrer neste jogo perigoso.
Dentro deste contexto, somos contra a camisinha pois trata-se de uma estratégia que apresenta vários problemas, além dos que já foram expostos:
Um desses problemas é que o número de parceiros que alguém tenha realmente não importa, desde que use a camisinha. Perguntamos ao leitor: em se tratando de uma enfermidade fatal e transmissível como a AIDS, você poderia se dar ao luxo de fazer sexo com uma pessoa contaminada apenas usando a camisinha ? Seja honesto e responda.
Dizer a alguém que ela pode fazer sexo com uma pessoa portadora do vírus hiv e que ela estará segura desde que use a camisinha, é como dizer a um motorista que está dirigindo bêbado que use cinto de segurança. Perguntamos: Motorista e pedestres estarão seguros ?
O próprio Ministério da Saúde, conforme mostramos acima, em nota oficial declara que a segurança é de 95 %. [6]
Perguntamos ao leitor, se você soubesse que 05 % do vôos de uma determinada empresa de aviação está caindo, você tomaria um vôo desta empresa ou embarcaria numa que lhe garantisse 100 % de segurança ?
“São só 5 %!”. Alguém pode argumentar. Pode ser que aquele seu vôo não faz parte dos 5 %, mas, e se fizer?
Um outro problema: nenhum médico de renome em qualquer parte do mundo teria contato sexual, sabedor do fato, com uma pessoa portadora do hiv, simplesmente porque está usando um preservativo supondo que isto a protegeria da AIDS.
Considere a ironia da situação: Se ambos os parceiros não estão contaminados, as camisinhas não desempenham qualquer papel no campo da prevenção. Mas se um dos parceiros está contaminado, nenhum médico encorajaria uma pessoa a fazer sexo com a outra pessoa infectada, meramente porque está usando camisinha. Você faria ?

Redução ou Eliminação dos riscos ?

A estratégia precisa ser mudada. A solução não é a camisinha e nem a redução de parceiros. A filosofia de redução de riscos adotada pelo uso do preservativo aceita uma certa taxa de mortes, mas a filosofia de eliminação de riscos não aceita nenhuma taxa de morte. Temos a opção de escolher entre a redução do número de mortes pela contaminação do vírus ou a sua eliminação. Visto que somos nós e nossos filhos que estão correndo este risco, qual você acha ser a única escolha certa? Redução ou eliminação? Camisinha ou abstnência?
O único meio 100 % seguro de se fazer sexo é aquele ensinado exatamente por quem fez o sexo: DEUS. O único meio 100% seguro de se fazer sexo é a abstinência até o casamento ou seguir um comportamento sexual monogâmico.

O que Deus diz sobre o sexo ? Veja algumas respostas :
1.  O que Deus diz sobre a prática sexual antes do casamento ? I Tes 4:3-8
“Pois esta é a vontade de Deus: a vossa santificação, que vos abstenhais da prostituição; que cada um de vós saiba possuir o próprio corpo em santificação e honra, não com o desejo de lascívia, como os gentios que não conhecem a Deus; e que, nesta matéria, ninguém ofenda nem defraude a seu irmão; porque o Senhor contra todas estas coisas, como antes vos avisamos e testificamos claramente, é o vingador, porquanto Deus não nos chamou para a impureza, e sim para a santificação. Dessarte, quem rejeita estas coisas não rejeita o homem, e sim a Deus, que também vos dá o seu Espírito Santo.”

2.  O que Deus diz sobre a prática sexual extraconjugal (adultério)? Pv 5: 1-11
“Filho meu, atende a minha sabedoria; à minha inteligência inclina os ouvidos para que conserves a discrição, e os teus lábios guardem o conhecimento; porque os lábios da mulher adúltera destilam favos de mel, e as suas palavras são mais suaves do que o azeite; mas o fim dela é amargoso como o absinto, agudo, como a espada de dois gumes. Os seus pés descem à morte; os seus passos conduzem-na ao inferno.
Ela não pondera a vereda da vida; anda errante nos seus caminhos e não o sabe. Agora, pois, filho, dá-me ouvidos e não te desvies das palavras da minha boca. Afasta o teu caminho da mulher adúltera e não te aproximes da porta da sua casa; para que não dês a outrem a tua honra, nem os teus anos, a cruéis; para que dos teus bens não se fartem os estranhos, e o fruto do teu trabalho não entre em casa alheia; e gemas no fim de tua vida, quando se consumirem a tua carne e o teu corpo”

3.  O que Deus diz sobre a prática homossexual? Rm 1:18, 24-27;
“A ira de Deus se revela do céu contra toda impiedade e perversão dos homens que detêm a verdade pela injustiça;” v. 18
“Por isso, Deus entregou tais homens à imundícia, pelas concupiscências de seu próprio coração, para desonrarem o seu corpo entre si; pois eles mudaram a verdade de Deus em mentira, adorando e servindo a criatura em lugar do Criador, o qual é bendito eternamente. Amém! Por causa disso, os entregou Deus a paixões infames; porque até as mulheres mudaram o modo natural de suas relações íntimas por outro, contrário à natureza; semelhantemente, os homens também, deixando o contacto natural da mulher, se inflamaram mutuamente em sua sensualidade, cometendo torpeza, homens com homens, e recebendo, em si mesmos, a merecida punição do seu erro.” Vv. 24-27

4.  O que Deus diz sobre a prática sexual com animais ? Lv 18:23
“Nem te deitarás com animal, para te contaminares com ele, nem a mulher se porá perante um animal, para ajuntar-se com ele; é confusão.”

5.  O que Deus diz sobre a permissividade sexual ? I Co 6:13,18-20 )
“Não sabeis que os vossos corpos são membros de Cristo? E eu, porventura, tomaria os membros de Cristo e os faria membros de meretriz? Absolutamente, não. Ou não sabeis que o homem que se une à prostituta forma um só corpo com ela? Porque, como se diz, serão os dois uma só carne. Mas aquele que se une ao Senhor é um espírito com ele. Fugi da impureza. Qualquer outro pecado que uma pessoa cometer é fora do corpo; mas aquele que pratica a imoralidade peca contra o próprio corpo. Acaso, não sabeis que o vosso corpo é santuário do Espírito Santo, que está em vós, o qual tendes da parte de Deus, e que não sois de vós mesmos? Porque fostes comprados por preço. Agora, pois, glorificai a Deus no vosso corpo.”

6.  O que Deus diz sobre a prostituição? Pv 7:6-23
“Porque da janela da minha casa, por minhas grades, olhando eu, vi entre os simples, descobri entre os jovens um que era carecente de juízo, que ia e vinha pela rua junto à esquina da mulher estranha e seguia o caminho da sua casa, à tarde do dia, no crepúsculo, na escuridão da noite, nas trevas. Eis que a mulher lhe sai ao encontro, com vestes de prostituta e astuta de coração. É apaixonada e inquieta, cujos pés não param em casa; ora está nas ruas, ora, nas praças, espreitando por todos os cantos.Aproximou-se dele, e o beijou, e de cara impudente lhe diz: Sacrifícios pacíficos tinha eu de oferecer; paguei hoje os meus votos. Por isso, saí ao teu encontro, a buscar-te, e te achei. Já cobri de colchas a minha cama, de linho fino do Egito, de várias cores; já perfumei o meu leito com mirra, aloés e cinamomo. Vem, embriaguemo-nos com as delícias do amor, até pela manhã; gozemos amores. Porque o meu marido não está em casa, saiu de viagem para longe. Levou consigo um saquitel de dinheiro; só por volta da lua cheia ele tornará para casa. Seduziu-o com as suas muitas palavras, com as lisonjas dos seus lábios o arrastou. E ele num instante a segue, como o boi que vai ao matadouro; como o cervo que corre para a rede, até que a flecha lhe atravesse o coração; como a ave que se apressa para o laço, sem saber que isto lhe custará a vida”.

 

Não estamos negando a sexualidade, pois esta faz parte dos desígnios de Deus para nós seres humanos, e não temos como colocar uma camisinha no coração . Apenas estamos dizendo que deve-se adiar sua prática para o momento certo. E adiamento não é a mesma coisa que negação. Não podemos negar nossa sexualidade. Ela faz parte da essência de nossa personalidade. Deus não fez nossos corpos para serem as prisões de nossas almas. Temos consciência disto. Não podemos negar nossos apetites sexuais, mas também não devemos gratificá-los sempre que tivermos vontade, aderindo assim a promiscuidade.
“Existem ocasiões em que o trabalho precisa ser adiado. Umas boas férias pode resultar num trabalho melhor. Há épocas em que se deve adiar a comida. Um prato mais saboroso está sendo preparado. Da mesma maneira, existem circunstâncias em que as expressões da sexualidade devem ser adiadas”. [7]
Quando se pensa num relacionamento maduro, dentro do casamento, onde o sexo é muito melhor, e quando se está livre da contaminação do vírus da morte, creio eu, devem ser motivos suficientes para adiarmos a gratificação da nossa sexualidade. Dentro da vontade de Deus, o sexo é 100 % seguro. Violar estes princípios, é colocar a vida em risco. A única proteção eficazmente segura é a obediência a Deus. Não pratiquem a imoralidade, a fornicação, o adultério, a prostituição e a homossexualidade .
Em Gálatas 6:7 , Paulo adverte: “ Não vos enganeis; de Deus não se zomba: pois tudo o que o homem semear, isto também ceifará” .
Obedeça a Deus e Ele abençoará a tua vida !!!


NOTAS:
[1] - Internet : www.aids.com.br
[5] - Filhos cedo demais, Revista Veja, edição 1620, de 20 de outubro de 1999, página 110
[6] - Internet : www.aids.com.br
[7] - Robbie Castleman, Amor e Verdade num Mundo de falsidade, Cultura Cristã, pág. 18


Rev. Gildásio Reis, Pastor da Igreja Presbiteriana de Osasco, Psicanalista Clínico, Mestre em Teologia pelo centro Presbiteriano de Pós-Graduação Andrew Jumper (Educação Cristã) e Professor de Teologia Pastoral no Seminário Presbiteriano Rev. José Manoel da Conceição. 


"Enviei a peste contra vós, à maneira do Egito; os vossos jovens matei à espada, e os vossos cavalos deixei levar presos, e o mau cheiro dos vossos arraiais fiz subir às vossas narinas; contudo não vos convertestes a mim, disse o Senhor" (v.10).
Quero lhe falar francamente sobre a AIDS: ela rapidamente está se tornando a pior praga da história da humanidade. Ninguém consegue dimensionar quão disseminada ela estará daqui há cinco ou dez anos, quantas pessoas ela exterminará.
Todavia, um dos aspectos mais tristes desta praga é que o mundo e a igreja se recusam a admitir o que ela é - uma maldição de Deus! Muitos ministros dizem: "AIDS não é uma maldição. Deus não pode estar por detrás disto, porque muitas pessoas inocentes estão morrendo disto".
Por favor não entenda mal: não creio que a AIDS seja uma maldição contra os homossexuais e os viciados em drogas. Mas é um julgamento de Deus sobre sociedades iníquas e pagãs! Se você ou alguém que você conheça é soro positivo, não quer dizer que Deus o tenha amaldiçoado. Não, significa somente que você está sob uma maldição geral que se abateu sobre a nossa nação e sobre o mundo, como conseqüência do pecado. AIDS é uma peste destruidora que está se estendendo sobre toda a humanidade! Você poderia dizer, como muitos dizem: "Irmão Wilkerson, a que tipo de Deus você serve, se diz que Ele está por detrás da AIDS?"
Deixe-me lhe mostrar nas escrituras o tipo de Deus que eu sirvo. Aqui está o que o Senhor diz que Ele quer: "Será, pois, que, se ouvindo estes juízos, os guardardes e cumprirdes, o Senhor teu Deus te guardará a aliança e a misericórdia que jurou a teus pais; e amar-te-á, e abençoar-te-á, e te fará multiplicar...Bendito serás mais do que todos os povos; não haverá estéril entre ti, seja homem, seja mulher, nem entre os teus animais. E o Senhor de ti desviará toda a enfermidade; sobre ti não porá nenhuma das más doenças dos egípcios...” (Deuteronômio 7:12-15).
É isto que o Senhor deseja para nossa nação! Ele deseja remover todas as doenças, todas as enfermidades. Ele diz: "Se você simplesmente Me obedecer - se apenas você se arrepender e caminhar nos Meus conselhos - Eu o prosperarei. Eu o livrarei do desemprego, curarei suas doenças e enfermidades. Eu o abençoarei!"
Mas Deus também avisa o que acontecerá se não obedecermos Seus mandamentos: "Se não tiveres cuidado de guardar todas as palavras desta lei, que estão escritas neste livro... Então o Senhor fará espantosas as tuas pragas... e enfermidades malignas e duradouras... Também o Senhor fará vir sobre ti toda a enfermidade e toda a praga, que não está escrita no livro desta lei, até que sejas destruído. E ficareis poucos em número... porquanto não destes ouvidos à voz do Senhor teu Deus" (Deuteronômio 28:58-62). Leia isto com cuidado: "O Senhor trará toda praga sobre você!"
Deus advertiu: "Não enviarei apenas estas pragas. Enviarei também outras doenças nunca vistas pela humanidade, até você ser destruído por elas - porque você não Me obedeceu!"
Quantos milhões terão de morrer antes de admitirmos que a AIDS é um julgamento de Deus? Quanto tempo levará até que líderes e igrejas acordem? Pesquisas não acabarão com a AIDS - porque é um problema de pecado! Nossa cura só virá através do arrependimento - através de pessoas que mudem seu estilo pecaminoso de vida. Nada mais conseguirá deter isto! Com o advento de medicamentos milagrosos, a AIDS irromperá de uma outra forma pior. "...contudo não vos convertestes a mim, disse o Senhor" (v.10).

by David Wilkerson 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Marcadores

(I Pedro 5:8) (1) 1 Coríntios (3) 1 Pedro (1) 1Pedro (1) 2 Pedro (2) A (1) A palavra da Cruz é Loucura (3) A Parábola do Rico e Lázaro (1) a Semente e os Solos (1) A Volta de Jesus (4) A. W. Tozer (36) A.W Pink (2) Abandonado (1) Aborto (9) Adoração (18) Agostinho (1) Aids (1) Alegria (22) Aliança (1) Alívio (1) Almas (17) Amarás o Próximo (1) Amargura (1) Amém (3) Amizade (5) Amor (70) Anátema (1) Angústia (2) Animais (1) Anjos (3) Anorexia (1) Ansiedade (5) Anticristo (2) Antidepressivo (1) Antigo Testamento (1) Apocalipse (10) Apostasia (5) Apóstolo Paulo (4) Arca de noé (2) Arrebatamento (3) Arrependimento (22) Arrogância (1) Arthur W. Pink (5) As Igrejas de todos os Tipos e para todos os Gostos (1) Ateísmo (4) Ateus (5) Augustus Nicodemus (2) Autoridade (4) Avareza (1) Aviso (2) Avivamento (10) Batalha Espiritual (7) Batismo (4) Bebida Alcóolica (1) Benção (2) Bíblia (49) Boas Novas (1) Bullying (1) Cálice (2) Calvinismo (2) Campanhas no Facebook (1) Cansado (1) Caráter (4) Carnal (1) Carnaval (2) Carne (11) Carta de Deus e do Inferno (2) Carter Conlon (1) Casamento (32) Castigo (1) Catolicismo.Religiao (1) Céu (14) Chamados ao primeiro amor (5) Charles Haddon Spurgeon (274) Cigarro (1) Circo ou Igreja? (1) Cirurgia Plástica (1) Citações Redes Sociais (2) Clodoaldo Machado (1) Cobiça (1) Comunhão (4) Comunidade no Orkut (1) Conhecendo as Histórias da Bíblia (1) Conhecimento (2) Consciência (2) Consolador (3) Copa do Mundo (1) Coração (31) Coragem (4) Corra (1) Corrompidos (1) Cosmovisão Cristã (1) Crer em Jesus (3) Criação (3) Criança (7) Cristãos (60) Cristianismo (19) Cristo (85) Crucificaram (1) Cruz (29) Culto (2) Cultura (4) Cura (6) David Wilkerson (43) Demônio (4) Dennis Allan (23) Denominações (1) Dependência (2) Depravação Humana (11) Depressão (6) Desanimado e fraco (11) Descanso (1) Desejo (1) Desenhos para Crianças (9) Deserto (1) Desigrejados (1) Desonra (1) Desprezado e Rejeitado (3) Desviado (5) Deus (328) Devoção (1) Diabo (9) Dinheiro (11) Discernimento (1) Discipulado (7) Discípulos Verdadeiros (4) Divórcio (9) Divulgue esse Blog (2) Dízimos e Ofertas (3) Dons Espirituais (1) Dor (6) Dores de Parto (1) Doutrinas (5) Dr J.R (1) Drogas (1) Dúvidas (1) Eclesiastes (1) Ego (1) Enganados (1) Envelhecer com Deus (1) Equilibrio (1) Errando (2) Escolha (2) Escolhidos De Deus (10) Escravo por Amor (2) Esforço (1) Esperança (8) Espíritismo (1) Espirito Santo (27) Espirituais (35) Estudo da Bíblia (257) Estudo Livro de Romanos por John Piper (17) Estudo Livro de Rute por John Piper (5) Eternidade (10) Eu Não Consigo (1) Evangelho (76) Evangelho da Prosperidade (13) Evangelho do Reino (1) Evangelismo (5) Evangelizar pela Internet (7) Evolução (1) Exaltação (1) Êxodo (1) Exortação (3) Ezequiel (1) Falar em Linguas (3) Falsos Profetas(Enganação) (17) Família (16) Fariseus (3) (49) Felicidade (6) Festas do Mundo (1) Festas juninas(São João) (1) Fiél (3) Filmes Bíblicos (43) Finais dos Tempos (11) Força (1) Fruto (8) Futebol (1) Gálatas (1) George Müller (1) George Whitefield (2) Glória (44) Graça (47) Gratidão (3) Guerra (4) Hebreus (1) Heresias (3) Hernandes Lopes (110) Hinos (1) Homem (46) Homossexual (6) Honra (1) Humanismo (1) Humildade (9) Humilhado (8) Idolatria (12) Idoso (1) Ignorância (1) Igreja (79) Ímpios (1) Incentivo (1) Incredulidade (2) Inferno (8) Ingratidão (2) Inimigo (2) Inquisição Católica (1) Intercessão (1) Intercessor (1) Intervenção (9) Intimidade (1) Inutéis (1) Inveja (1) Ira (12) Isaías (1) J. C. Ryle (9) James M. Boice (1) Jejum (4) Jeremias (2) Jesus (88) (1) João (4) João Calvino (145) Jogos VIDEO GAMES (2) John Owen (15) John Pipper (587) John Stott (28) John Wesley (1) Jonathan Edwards (92) José (1) Joseph Murphy (1) Josué Yrion (8) Jovens (15) Julgamento (20) Justiça (2) Lave os pés dos seus irmãos Vá em busca dos perdidos e fale do amor de Deus (1) Leão da Tribo de Judá (1) Legalismo vs. Bem-Aventuranças (1) Leonard Ravenhill (52) Liberdade (10) Língua (5) Livre arbítrio (10) Livros (67) Louvor (4) Lutar (7) Maçonaria e Fé Cristã (1) Mãe (2) Mal (18) Maldições Hereditárias (3) Manifestações Absurdas (2) Marca da Besta (1) Mártires (5) Martyn Lloyd-Jones (173) Masturbação (2) Mateus (2) Maturidade (2) Médico dos Médicos (1) Medo (2) Mefibosete (1) Mensagens (372) Mentira (8) Milagres (2) Ministério (10) Misericórdia (13) Missão portas abertas (21) Missões (27) Missões Cristãos em Defesa do Evangelho (1) Monergismo (1) Morrendo (12) Morte (43) Morte de um ente querido que não era crente (1) Mulher (11) Mulheres pastoras (2) Mundanismo (3) Mundo (28) Murmuração (3) Músicas (38) Músicas nas Igrejas.Louvor (8) Namoro ou Ficar (12) Natal (4) Noiva de Cristo (2) Nosso Corpo (1) Novo convertido (10) Novo Nascimento (11) O Semeador (1) O Seu Chamado (13) Obediencia (8) Obras (15) Obreiros (2) Observador (2) Oração (67) Orgulho (10) Orgulho Espiritual (1) Orkut (1) Paciência (7) Pai (1) Pais e Filhos (21) Paixão (3) Paixão de Cristo (2) Parábola Filho Pródigo (2) Parábolas (9) participe do nosso grupo e curta nossa página! (1) Páscoa (1) Pastor (18) Paul Washer (216) Paulo Junior (239) Paz (4) Pecado (106) Pecadores (12) Pedofilia (2) Perdão (16) perse (1) Perseguição (13) Pobre (4) Poder (18) Por que tarda o pleno Avivamento? (3) Pornografia (8) Porque Deus permite o sofrimento dos inocentes (2) Porta Estreita (2) Pregação (24) PREGAÇÕES COMPLETAS INTRODUÇÃO ESCOLA DE OBREIROS (1) Profecias (3) Profetas (3) Prostituição (2) Provação (2) Provar o Evangelho Para Aqueles que Não acreditam Na Bíblia (1) Provérbios (1) Púlpito (3) Que aproveita ao homem ganhar o mundo inteiro e perder a sua alma (1) R. C. Sproul (29) Realidade (1) Rebelde (1) Redes Sociais (2) Reencarnação (2) Refletindo Sobre Algumas coisas (1) Reforma e Reavivamento (1) Reforma Protestante (3) Refúgio (2) Regeneração (16) Rei (3) Relativismo (1) Religião (7) Renúncia (2) Ressuscitou (5) Revelação (1) Ricardo Gondim (1) Richard Baxter (7) Rico (12) Romanos (20) Roupas (1) Rupert Teixeira (4) Rute (5) Sabedoria (12) Sacrifício (3) Salvação (45) Sangue de Cristo (3) Santa Ceia (2) Santidade (34) Satanás (15) Secularismo (1) Segurança Completa (1) Seitas (3) Semente (1) Senhor (10) Sensualidade (2) Sermão da Montanha (2) Servos Especiais (4) Sexo (8) Sinais e Maravilhas (2) Soberba (1) Sofrimento (24) Sola Scriptura (1) Sola Scriptura Solus Christus Sola Gratia Sola Fide Soli Deo Gloria (4) Soldado (1) Sozinho (3) Steven Lawson (12) Submissão (1) Suicídio (2) Televisão um Perigo (8) Temor (4) Tempo (5) Tentação (9) Teologia (2) Teologia da Prosperidade (4) Tesouro que foi achado (4) Tessalonicenses 1 (1) Testemunhos (29) Thomas Watson (17) Tim Conway (38) Timóteo (1) Todo homem pois seja pronto para ouvir tardio para falar tardio para se irar Tiago 1.19 (1) Trabalho (2) Tragédia Realengo Rio de Janeiro (2) Traição (4) Transformados (1) Trevas e Luz (2) Tribulação (10) Trindade (2) Tristeza (5) Trono branco (2) Tsunami no Japão (2) tudo (231) Uma Semente de Amor para Russia (1) Unção (3) Ungir com Óleo (1) Vaidade (3) Vaso (2) Velho (1) Verdade (30) Vergonha (3) Vestimentas (1) Vícios (6) Vida (39) Vincent Cheung (1) Vitória (5) Vontade (1) Votação (1) Yoga (1)

Comentários:

Mensagem do Dia

O homem, cujo tesouro é o Senhor, tem todas as coisas concentradas nEle. Outros tesouros comuns talvez lhe sejam negados, mas mesmo que lhe seja permitido desfrutar deles, o usufruto de tais coisas será tão diluído que nunca é necessário à sua felicidade. E se lhe acontecer de vê-los desaparecer, um por um, provavelmente não experimentará sensação de perda, pois conta com a fonte, com a origem de todas as coisas, em Deus, em quem encontra toda satisfação, todo prazer e todo deleite. Não se importa com a perda, já que, em realidade nada perdeu, e possui tudo em uma pessoa Deus de maneira pura, legítima e eterna. A.W.Tozer

"A conversão tira o cristão do mundo; a santificação tira o mundo do cristão." JOHN WESLEY"

Minha foto

Darliana+ Missões Cristãos em Defesa do Evangelho+✿Apenas uma alma que foi resgatada através da graça e misericórdia de Deus,Dai de graça o que de graça recebeste' (Mt. 10,8). Latim para estar em consonância com as cinco teses que dão sustentação ao “pensamento”e à vida do genuíno cristão reformado: sola scriptura,sola gratia, sola fide,solus christus, soli deo gloria. E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará." (João 8 : 32) "Um cristão verdadeiro é uma pessoa estranha em todos os sentidos." Ele sente um amor supremo por alguém que ele nunca viu; conversa familiarmente todos os dias com alguém que não pode ver; espera ir para o céu pelos méritos de outro; esvazia-se para que possa estar cheio; admite estar errado para que possa ser declarado certo; desce para que possa ir para o alto; é mais forte quando ele é mais fraco; é mais rico quando é mais pobre; mais feliz quando se sente o pior. Ele morre para que possa viver; renuncia para que possa ter; doa para que possa manter; vê o invisível, ouve o inaudível e conhece o que excede todo o entendimento." A.W.Tozer✿

Postagens Populares

Bíblia OnLine - Leitura e Audio

Bíblia OnLine - Leitura e Audio
Alimentar-se da Palavra "Porque a palavra de Deus é viva e eficaz, e mais penetrante do que espada alguma de dois gumes, e penetra até à divisão da alma e do espírito, e das juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e intenções do coração." (Hebreus 4 : 12).Erram por não conhecer as Escrituras, e nem o poder de Deus (Mateus 22.29)Bem-aventurado aquele que lê, e os que ouvem as palavras desta profecia, e guardam as coisas que nela estão escritas; porque o tempo está próximo. Apocalipse 1:3

Feed: Receba Atualizações Via Email

Coloque o seu endereço de email e receba atualizações e conteúdos exclusivos:

Cadastre seu E-mail.Obs.: Lembre-se de clicar no link de confirmação enviado ao seu e-mail.