Tradutor

English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

11 de out de 2010

Estudando o Credo Apostólico: Primeiro Artigo

  


João Ricardo


“Creio em Deus Pai, Todo-poderoso criador dos céus e da terra...”

Referências Bíblicas: Gênesis 1.1; Mateus 6.9; Apocalipse 1.8
Um dos grandes dilemas enfrentado pela Igreja Cristã da pós-modernidade está no fato de que a mesma não tem mais paradigmas para seguir e observar.
A ausência de um credo dentro da igreja nos dias de hoje nos deixa tão vulneráveis a toda sorte de doutrina e heresia; os ventos de doutrinas mencionadas pelo apóstolo (Ef.4.14) é uma temática em nossos dias, daí surge uma necessidade de se confessar a nossa fé. Por isso, há uma profunda busca pela confessionalidade em nossos dias.
Nesta aula nós vamos iniciar transcrevendo os doze artigos de fé que temos diante de nós; estes artigos sumarizam tudo o que cremos como Igreja ao longo destes curtíssimos 21 séculos de igreja neotestamentária. Friso isso porque em nossos dias o credo apostólico é tão esquecido em nossa geração que não se fala sobre ele nas igrejas, não se há um doutrinamento acurado dele nas reuniões de instrução nas igrejas protestantes no geral.
O que é o credo? É uma forma individualizada na qual afirmamos aquilo que cremos; pode-se ser chamado como conjunto de doutrina particular de alguém. Isso é deveras importante para nós. As doutrinas fundamentais do cristianismo se encontram neste precioso credo antigo. Então, vamos à exposição do primeiro artigo do credo.

A Soberania de Deus e sua paternidade descrita no Credo

O nosso credo começa com a seguinte afirmação grandiosa: “Creio em Deus Pai, Todo-Poderoso criador dos céus e da terra;...”.
Estas palavras me deixam preocupado, não com as verdades que aqui se encontram, mas pela ausência destas verdades nos púlpitos das igrejas atuais; Deus não é visto nos termos descritos no credo apostólico! O que houve com a nossa geração? Parece que ela perdeu todo o senso de quem é Deus; e, assim, caiu no total abandono de tudo que se expressa nestas palavras.

I – A realidade da fé.

O que estas palavras nos ensinam de forma muito clara? Esta pergunta deve ser respondida da forma clara e simples possível. Aqui se enuncia a fé do homem em um objeto superior a ele. A realidade da fé é inegável para o homem.
Quando a Igreja Antiga confessava “Eu creio...” estava muito claro de que era uma igreja de pessoas que crêem. Antes de tudo precisamos crer. Fé é o imperativo singular na vida cristã.
O credo só possui razão de existência por causa da fé. Fé é confeccionada no credo! “Eu creio nisso, mas não creio naquilo” esta confecção não é apenas o sistematizar da fé, mas a revelação clara da mesma. O conjunto de doutrinas expressa a fé que professamos ter. E nesse sentido a fé é uma expressão verdadeira da igreja.

II – O objetivo da fé.

No que se crer no credo? “... em Deus...” Vocês já pensaram sobre isso? A fé não é vazia de conteúdo! Note-a segue uma direção, esta direção é Deus. Quando lemos e confessamos “Creio em Deus” o pressuposto por trás disso é “revelação”! Deus se revelou a mim no tempo e na história – nas obras da criação e da providência – a fé sempre tem a “Revelação de Deus” para se fundamentar, então, uma vez solapada a revelação de Deus se destrói a base da fé, e assim, somos jogados ao desespero! Isso porque não temos objeto de fé.
Fé aqui não é um salto desesperado em algo, mas em um ser pessoal – Deus! Precisamos levar em consideração que a fé é plantada em nós por Deus, sua revelação é necessária para isso.

III – Deus como Pai.

Mas como Deus nos é apresentado no credo? Ele é apresentado como “Pai” no credo nós lemos “Creio em Deus Pai...” Note que Ele não é mais um desses deuses de barro, que não expressa seu amor seu cuidado. Nenhuma divindade é chamada de “Pai” com tanta propriedade como o é o Deus da Igreja!
Deus deve ser visto como Pai porque ele nos criou. O seu direito de paternidade está vinculado ao seu direito de criação. Antes de ser visto como Criador ele deve ser visto como pai. Que cuida, que zela e que ama. Ora, se Deus deve ser visto como Pai, o pressuposto por trás disso é que nós somos seus filhos. Filhos pressupõem obediência ao Pai. Mas não fazemos isso. É triste, mas sempre estamos dispostos a negligenciar toda a revelação de Deus em nome de alguma coisa que nos proporciona lucratividade na vida.
A paternidade de Deus nos leva até a sua providência. O seu cuidado sobre cada um de nós; ele está sempre nos dirigindo, ele está sempre escolhendo o melhor caminho para a nossa vida; esse cuidado providencial é um forte indicador que de fato estamos, de forma bastante clara, nos cuidados de um Pai amoroso; então, a igreja quando confessa crer em Deus como Pai ela entende que ele a ama.
Então, você nunca deveria pensar que Deus não lhe ama. O nosso credo o chama de Pai é seu dever confiar no amor dEle. Negligenciar este princípio é professar uma fé vacilante! O que estou querendo dizer é que quando, no culto público, você recita “Eu Creio em Deus Pai...” na verdade você está dizendo: “Eu creio em Deus Pai que me ama, que cuida de mim”. Isso deve encher os nossos corações da mais terna gratidão! Isto não lhe deixa comovido como faz comigo? Deus que é Pai nos ama! Isso por si só é suficiente para continuarmos a vida cristã.

IV – Deus como Soberano.

O credo não termina nestes termos. Ele confessa que crer em “Deus Pai Todo-Poderoso”. O que está incluído aqui? Aqui se nota a questão da soberania de Deus. Isto nos leva para o governo absoluto de Deus sobre todas as coisas. Ele, e somente ele pode de fato realizar o que quer, e o que deseja. Os céus e terra cumprem suas ordens.
A idéia fundamental de soberania pertence exclusivamente ao teísmo, pois, se há um Deus ele deve ser Todo-Poderoso. O texto de Apocalipse (1.8) nos informa exatamente esta realidade. Não há quem se atreva a negar esse atributo de Deus – todo o poder -, pois, seria ir contra toda a evidência que nos cerca. (Salmos 62.11; 18.13-15; 89.6; Daniel 4.35).
Há um Deus soberano no Universo e que o nosso “livre-arbítrio” nada é diante do Deus Todo-Poderoso. Na verdade toda a nossa vida está escrita em suas mãos, e todos os nossos dias foram planejados por Ele (Salmos 139.15-16), o que isso significa? Bem, significa que é um mito pensar que somos livres! É um erro pesar que temos uma liberdade, não nós não temos tal liberdade, pois, nossa vida é a vida que Deus planejou.
Isso exclui nossa responsabilidade? Não. Deus continua sendo o Deus Todo-Poderoso que nos deu sua imagem, e esta imagem nos torna responsáveis diante do grande Rei do Universo, e nós somos seus súditos e devemos fazer a sua vontade, caso contrário, seremos de fato punidos por ele.

V – Deus como Criador.

Mas como os crentes do segundo século perceberam que Deus é Todo-Poderoso? O credo nos informa, Deus é visto como tal porque é “...criador dos céus e da terra”. Este é outro aspecto que precisa ser considerado com muita propriedade em nossos dias, pois, pessoas há que defendem que não há um criador no universo. Deus é banido da escola, da faculdade e Darwin é colocado no centro. Sim! Falo da doutrina evolucionista – que não passa de uma teoria – que está corrompendo os nossos jovens.
Muitos jovens que antes eram cristãos abandonaram a crença em um Criador. O credo nos ensina que a fé da Igreja é que este universo não é fruto de um big-bang, pois, como poderia haver uma explosão no espaço lugar que não tem oxigênio? Ou como poderia a vida humana, tão complexa em sua constituição, ser fruto de um processo evolutivo onde a ameba começa como o proto-ser para tornar-se um homem? Tudo contrário à razão.
Não queridos! Nada surgiu sem uma mente inteligente. Aliás, Deus se faz necessário na existência humana exatamente porque não há outra explicação plausível para a criação da alma humana – uma evolução? Nada! – pois, a Imago Dei no homem é a melhor explicação.
Creio em Deus “criador”, ele nos criou e nos trouxe a existência por sua vontade deliberativa. Como os primeiros cristãos chegaram a esta afirmação? Como perceberam Deus como criador. O credo nos diz que “Deus é criador dos céus e da terra”.
Aqui o gnosticismo tem sido frontalmente rejeitado. Pois, este ensino criou um dualismo entre o mundo do Espírito e o Mundo da matéria. Onde havia um Deus – logos – criou o mundo do Espírito; e o Demiurgo criou um mundo material. O credo nos mostra que Deus, que é infinitamente bom por ser Pai, e todo amoroso pela mesma razão, criou o mundo angélico e espiritual (Céus) como também criou o “mundo da matéria” (terra). O dualismo é negado pela Igreja de Cristo. Deus é visto como sendo Todo-Poderoso porque criou os céus e a terra – então, tudo é bom. “Todo Dom perfeito vem dEle”(Tg.1.17-18).

Aplicações:

Que aplicações podemos deixar sobre este primeiro artigo do nosso credo? Vejamos:
1. Fé envolve mais que os elementos subjetivos – creio em Cristo para a salvação – ela carrega um elemento objetivo – conjunto de verdades – e assim, que possamos de fato Ter uma fé que não vacila.
2. Perceber que Deus é o objeto de nossa fé isso implica que nada pode ser superior a ele em nossas vidas.
3. Entender que Deus nos ama – pois, ele é o nosso Pai, e quando recitarmos o credo jamais devemos nos esquecer disso. Viver sob a soberania de Deus realizando a sua vontade, é assim que deve ser a vida cristã. Deus para ser Deus deve ser plenamente soberano no mundo que ele mesmo criou.
Por Um Evangelho da Graça!
Soli Deo Glória!



Under Creative Commons License: Attribution Non-Commercial No Derivatives

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Marcadores

(I Pedro 5:8) (1) 1 Coríntios (3) 1 Pedro (1) 1Pedro (1) 2 Pedro (2) A (1) A palavra da Cruz é Loucura (3) A Parábola do Rico e Lázaro (1) a Semente e os Solos (1) A Volta de Jesus (4) A. W. Tozer (36) A.W Pink (2) Abandonado (1) Aborto (9) Adoração (18) Agostinho (1) Aids (1) Alegria (22) Aliança (1) Alívio (1) Almas (17) Amarás o Próximo (1) Amargura (1) Amém (3) Amizade (5) Amor (70) Anátema (1) Angústia (2) Animais (1) Anjos (3) Anorexia (1) Ansiedade (5) Anticristo (2) Antidepressivo (1) Antigo Testamento (1) Apocalipse (10) Apostasia (5) Apóstolo Paulo (4) Arca de noé (2) Arrebatamento (3) Arrependimento (22) Arrogância (1) Arthur W. Pink (5) As Igrejas de todos os Tipos e para todos os Gostos (1) Ateísmo (4) Ateus (5) Augustus Nicodemus (2) Autoridade (4) Avareza (1) Aviso (2) Avivamento (10) Batalha Espiritual (7) Batismo (4) Bebida Alcóolica (1) Benção (2) Bíblia (49) Boas Novas (1) Bullying (1) Cálice (2) Calvinismo (2) Campanhas no Facebook (1) Cansado (1) Caráter (4) Carnal (1) Carnaval (2) Carne (11) Carta de Deus e do Inferno (2) Carter Conlon (1) Casamento (32) Castigo (1) Catolicismo.Religiao (1) Céu (14) Chamados ao primeiro amor (5) Charles Haddon Spurgeon (274) Cigarro (1) Circo ou Igreja? (1) Cirurgia Plástica (1) Citações Redes Sociais (2) Clodoaldo Machado (1) Cobiça (1) Comunhão (4) Comunidade no Orkut (1) Conhecendo as Histórias da Bíblia (1) Conhecimento (2) Consciência (2) Consolador (3) Copa do Mundo (1) Coração (31) Coragem (4) Corra (1) Corrompidos (1) Cosmovisão Cristã (1) Crer em Jesus (3) Criação (3) Criança (7) Cristãos (60) Cristianismo (19) Cristo (85) Crucificaram (1) Cruz (29) Culto (2) Cultura (4) Cura (6) David Wilkerson (43) Demônio (4) Dennis Allan (23) Denominações (1) Dependência (2) Depravação Humana (11) Depressão (6) Desanimado e fraco (11) Descanso (1) Desejo (1) Desenhos para Crianças (9) Deserto (1) Desigrejados (1) Desonra (1) Desprezado e Rejeitado (3) Desviado (5) Deus (328) Devoção (1) Diabo (9) Dinheiro (11) Discernimento (1) Discipulado (7) Discípulos Verdadeiros (4) Divórcio (9) Divulgue esse Blog (2) Dízimos e Ofertas (3) Dons Espirituais (1) Dor (6) Dores de Parto (1) Doutrinas (5) Dr J.R (1) Drogas (1) Dúvidas (1) Eclesiastes (1) Ego (1) Enganados (1) Envelhecer com Deus (1) Equilibrio (1) Errando (2) Escolha (2) Escolhidos De Deus (10) Escravo por Amor (2) Esforço (1) Esperança (8) Espíritismo (1) Espirito Santo (27) Espirituais (35) Estudo da Bíblia (257) Estudo Livro de Romanos por John Piper (17) Estudo Livro de Rute por John Piper (5) Eternidade (10) Eu Não Consigo (1) Evangelho (76) Evangelho da Prosperidade (13) Evangelho do Reino (1) Evangelismo (5) Evangelizar pela Internet (7) Evolução (1) Exaltação (1) Êxodo (1) Exortação (3) Ezequiel (1) Falar em Linguas (3) Falsos Profetas(Enganação) (17) Família (16) Fariseus (3) (49) Felicidade (6) Festas do Mundo (1) Festas juninas(São João) (1) Fiél (3) Filmes Bíblicos (43) Finais dos Tempos (11) Força (1) Fruto (8) Futebol (1) Gálatas (1) George Müller (1) George Whitefield (2) Glória (44) Graça (47) Gratidão (3) Guerra (4) Hebreus (1) Heresias (3) Hernandes Lopes (110) Hinos (1) Homem (46) Homossexual (6) Honra (1) Humanismo (1) Humildade (9) Humilhado (8) Idolatria (12) Idoso (1) Ignorância (1) Igreja (79) Ímpios (1) Incentivo (1) Incredulidade (2) Inferno (8) Ingratidão (2) Inimigo (2) Inquisição Católica (1) Intercessão (1) Intercessor (1) Intervenção (9) Intimidade (1) Inutéis (1) Inveja (1) Ira (12) Isaías (1) J. C. Ryle (9) James M. Boice (1) Jejum (4) Jeremias (2) Jesus (88) (1) João (4) João Calvino (145) Jogos VIDEO GAMES (2) John Owen (15) John Pipper (587) John Stott (28) John Wesley (1) Jonathan Edwards (92) José (1) Joseph Murphy (1) Josué Yrion (8) Jovens (15) Julgamento (20) Justiça (2) Lave os pés dos seus irmãos Vá em busca dos perdidos e fale do amor de Deus (1) Leão da Tribo de Judá (1) Legalismo vs. Bem-Aventuranças (1) Leonard Ravenhill (52) Liberdade (10) Língua (5) Livre arbítrio (10) Livros (67) Louvor (4) Lutar (7) Maçonaria e Fé Cristã (1) Mãe (2) Mal (18) Maldições Hereditárias (3) Manifestações Absurdas (2) Marca da Besta (1) Mártires (5) Martyn Lloyd-Jones (173) Masturbação (2) Mateus (2) Maturidade (2) Médico dos Médicos (1) Medo (2) Mefibosete (1) Mensagens (372) Mentira (8) Milagres (2) Ministério (10) Misericórdia (13) Missão portas abertas (21) Missões (27) Missões Cristãos em Defesa do Evangelho (1) Monergismo (1) Morrendo (12) Morte (43) Morte de um ente querido que não era crente (1) Mulher (11) Mulheres pastoras (2) Mundanismo (3) Mundo (28) Murmuração (3) Músicas (38) Músicas nas Igrejas.Louvor (8) Namoro ou Ficar (12) Natal (4) Noiva de Cristo (2) Nosso Corpo (1) Novo convertido (10) Novo Nascimento (11) O Semeador (1) O Seu Chamado (13) Obediencia (8) Obras (15) Obreiros (2) Observador (2) Oração (67) Orgulho (10) Orgulho Espiritual (1) Orkut (1) Paciência (7) Pai (1) Pais e Filhos (21) Paixão (3) Paixão de Cristo (2) Parábola Filho Pródigo (2) Parábolas (9) participe do nosso grupo e curta nossa página! (1) Páscoa (1) Pastor (18) Paul Washer (216) Paulo Junior (239) Paz (4) Pecado (106) Pecadores (12) Pedofilia (2) Perdão (16) perse (1) Perseguição (13) Pobre (4) Poder (18) Por que tarda o pleno Avivamento? (3) Pornografia (8) Porque Deus permite o sofrimento dos inocentes (2) Porta Estreita (2) Pregação (24) PREGAÇÕES COMPLETAS INTRODUÇÃO ESCOLA DE OBREIROS (1) Profecias (3) Profetas (3) Prostituição (2) Provação (2) Provar o Evangelho Para Aqueles que Não acreditam Na Bíblia (1) Provérbios (1) Púlpito (3) Que aproveita ao homem ganhar o mundo inteiro e perder a sua alma (1) R. C. Sproul (29) Realidade (1) Rebelde (1) Redes Sociais (2) Reencarnação (2) Refletindo Sobre Algumas coisas (1) Reforma e Reavivamento (1) Reforma Protestante (3) Refúgio (2) Regeneração (16) Rei (3) Relativismo (1) Religião (7) Renúncia (2) Ressuscitou (5) Revelação (1) Ricardo Gondim (1) Richard Baxter (7) Rico (12) Romanos (20) Roupas (1) Rupert Teixeira (4) Rute (5) Sabedoria (12) Sacrifício (3) Salvação (45) Sangue de Cristo (3) Santa Ceia (2) Santidade (34) Satanás (15) Secularismo (1) Segurança Completa (1) Seitas (3) Semente (1) Senhor (10) Sensualidade (2) Sermão da Montanha (2) Servos Especiais (4) Sexo (8) Sinais e Maravilhas (2) Soberba (1) Sofrimento (24) Sola Scriptura (1) Sola Scriptura Solus Christus Sola Gratia Sola Fide Soli Deo Gloria (4) Soldado (1) Sozinho (3) Steven Lawson (12) Submissão (1) Suicídio (2) Televisão um Perigo (8) Temor (4) Tempo (5) Tentação (9) Teologia (2) Teologia da Prosperidade (4) Tesouro que foi achado (4) Tessalonicenses 1 (1) Testemunhos (29) Thomas Watson (17) Tim Conway (38) Timóteo (1) Todo homem pois seja pronto para ouvir tardio para falar tardio para se irar Tiago 1.19 (1) Trabalho (2) Tragédia Realengo Rio de Janeiro (2) Traição (4) Transformados (1) Trevas e Luz (2) Tribulação (10) Trindade (2) Tristeza (5) Trono branco (2) Tsunami no Japão (2) tudo (231) Uma Semente de Amor para Russia (1) Unção (3) Ungir com Óleo (1) Vaidade (3) Vaso (2) Velho (1) Verdade (30) Vergonha (3) Vestimentas (1) Vícios (6) Vida (39) Vincent Cheung (1) Vitória (5) Vontade (1) Votação (1) Yoga (1)

Comentários:

Mensagem do Dia

O homem, cujo tesouro é o Senhor, tem todas as coisas concentradas nEle. Outros tesouros comuns talvez lhe sejam negados, mas mesmo que lhe seja permitido desfrutar deles, o usufruto de tais coisas será tão diluído que nunca é necessário à sua felicidade. E se lhe acontecer de vê-los desaparecer, um por um, provavelmente não experimentará sensação de perda, pois conta com a fonte, com a origem de todas as coisas, em Deus, em quem encontra toda satisfação, todo prazer e todo deleite. Não se importa com a perda, já que, em realidade nada perdeu, e possui tudo em uma pessoa Deus de maneira pura, legítima e eterna. A.W.Tozer

"A conversão tira o cristão do mundo; a santificação tira o mundo do cristão." JOHN WESLEY"

Minha foto

Darliana+ Missões Cristãos em Defesa do Evangelho+✿Apenas uma alma que foi resgatada através da graça e misericórdia de Deus,Dai de graça o que de graça recebeste' (Mt. 10,8). Latim para estar em consonância com as cinco teses que dão sustentação ao “pensamento”e à vida do genuíno cristão reformado: sola scriptura,sola gratia, sola fide,solus christus, soli deo gloria. E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará." (João 8 : 32) "Um cristão verdadeiro é uma pessoa estranha em todos os sentidos." Ele sente um amor supremo por alguém que ele nunca viu; conversa familiarmente todos os dias com alguém que não pode ver; espera ir para o céu pelos méritos de outro; esvazia-se para que possa estar cheio; admite estar errado para que possa ser declarado certo; desce para que possa ir para o alto; é mais forte quando ele é mais fraco; é mais rico quando é mais pobre; mais feliz quando se sente o pior. Ele morre para que possa viver; renuncia para que possa ter; doa para que possa manter; vê o invisível, ouve o inaudível e conhece o que excede todo o entendimento." A.W.Tozer✿

Postagens Populares

Bíblia OnLine - Leitura e Audio

Bíblia OnLine - Leitura e Audio
Alimentar-se da Palavra "Porque a palavra de Deus é viva e eficaz, e mais penetrante do que espada alguma de dois gumes, e penetra até à divisão da alma e do espírito, e das juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e intenções do coração." (Hebreus 4 : 12).Erram por não conhecer as Escrituras, e nem o poder de Deus (Mateus 22.29)Bem-aventurado aquele que lê, e os que ouvem as palavras desta profecia, e guardam as coisas que nela estão escritas; porque o tempo está próximo. Apocalipse 1:3

Feed: Receba Atualizações Via Email

Coloque o seu endereço de email e receba atualizações e conteúdos exclusivos:

Cadastre seu E-mail.Obs.: Lembre-se de clicar no link de confirmação enviado ao seu e-mail.