Tradutor

English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

30 de ago de 2010

"Em verdade, em verdade te digo que, se alguém não nascer de novo, não pode ver o reino de Deus" (João 3:3).O que é nascido da carne é carne; o que é nascido do Espírito é espírito" (João 3:6). “Então espargirei água pura sobre vós, e ficareis purificados; de todas as vossas imundícias e de todos os vossos ídolos vos purificarei. E dar-vos-ei um coração novo, e porei dentro de vós um espírito novo; e tirarei da vossa carne o coração de pedra, e vos darei um coração de carne. E porei dentro de vós o meu Espírito, e farei que andeis nos meus estatutos, e guardeis os meus juízos, e os observeis” ( Ez 36:25 -27).Os que de Deus são nascidos, são renovados pelo Espírito Eterno, recebendo um coração de carne em lugar do coração de pedra e um novo espírito ( Sl 51:10 )II Coríntios 5:17 - "Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo."






A REGENERAÇÃO


Introdução

           
            A regeneração é uma obra essencialmente divina, e como doutrina expressa os pontos fundamentais da nossa salvação. Por meio da regeneração é que ocorre a justificação e a santificação.


O  homem natural não compreende a regeneração

“Não te maravilhes de te ter dito: Necessário vos é nascer de novo”
Jo 3. 7

            Entre os Judeus havia um mestre do judaísmo por nome Nicodemos. Ele era fariseu e foi encontrar-se com Jesus durante a noite. Neste encontro Nicodemos chamou Jesus de ‘Rabi’, que quer dizer mestre. Em sua abordagem inicial Nicodemos fez uma afirmação:

“Rabi, bem sabemos que és Mestre, vindo de Deus; porque ninguém pode fazer estes sinais que tu fazes, se Deus não for com ele” Jo 3. 2.

Observe que Nicodemos chamou Cristo de mestre por causa dos milagres realizados. Embora reconhecesse que Jesus era Mestre e que Deus era com ele, Nicodemos não reconhecia a doutrina de Cristo como sendo divina.
A importância de Jesus para Nicodemos firmou-se nos sinais, e não nos ensinamentos.
            E em nossos dias a idéia de Nicodemos ainda persiste: as pessoas querem conhecer Deus por meio de milagres, e não por meio de sua palavra.

“Mas, se não credes nos seus escritos, como crereis nas minhas palavras?” Jo 5:47

            Nicodemos estava maravilhado com os milagres operados por Cristo “porque ninguém pode fazer estes sinais que tu fazes, se Deus não for com ele”, entretanto, os ensinamentos de Cristo não lhe havia tocado o coração.

Cristo por sua vez respondeu:
“Na verdade, na verdade te digo que aquele que não nascer de novo, não pode ver o reino de Deus.” Jo 3. 3.

Nicodemos ficou abismado por Cristo ter-lhe apontado a necessidade de um novo nascimento. Para alguém que representava o melhor da nação e da religião judaica não ter o direito de ver o reino de Deus, sem antes nascer de novo, soava no mínimo como absurdo.
Nicodemos contrapõe: “Como pode um homem nascer, sendo velho? Pode, porventura, tornar a entrar no ventre de sua mãe, e nascer?” Jo 3. 4.
            Ao falar da necessidade do novo nascimento Cristo demonstra que ser judeu, ser fariseu, ser mestre ou ser religioso, não habilita ninguém a ter acesso ao reino de Deus.
           
É sob estes aspectos que comentaremos o novo nascimento:
Por que devemos passar pelo novo nascimento? O que é esse novo nascimento? O homem consegue nascer de novo sem a participação de Deus? 

“Necessário vos é nascer de novo”

Ao falar a Nicodemos, Cristo demonstra que todos os homens têm que nascer de novo. É imprescindível o novo nascimento para se ter acesso ao reino de Deus.
Observe que a religião, a origem, o comportamento, a moral, a justiça humana, não são levados em conta quando se fala em novo nascimento. O homem mais religioso, o mais justo, o de moral mais elevada, o certinho, todos, sem exceção precisam nascer de novo.
            Nicodemos teve uma dificuldade em compreender, e a dúvida foi dirimida por Cristo: “Como pode um homem nascer, sendo velho? Pode, porventura, tornar a entrar no ventre de sua mãe, e nascer?” Jo 3. 4.
Cristo complementa que o nascer de novo não se refere ao nascimento materno, mas ao nascer da água e do Espírito “Na verdade, na verdade te digo que aquele que não nascer da água e do Espírito, não pode entrar no reino de Deus” Jo 3. 6.

Neste versículo está revelado o grande segredo do novo nascimento.
Quando a bíblia faz referência ao novo nascimento preserva uma idéia: a vinda de um novo ser a existência – nascer – idéia esta que não pode ser descartada. Mas, quanto a origem do novo nascimento há uma distinção clara: enquanto o velho homem é gerado pela vontade da carne, pela vontade do varão e do sangue, o novo nascimento se dá por meio da palavra de Deus (água) e pelo Espírito de Deus “Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, aos que crêem no seu nome. Os quais não nasceram do sangue, nem da vontade da carne, nem da vontade do homem, mas de Deus” Jo 1. 12- 13.
A regeneração ocorre por meio da água e do Espírito, isto é, por meio da palavra de Deus e do Espírito de Deus. 

“Os quais não nasceram do sangue, nem da vontade da carne, nem da vontade do homem, mas de Deus” Jo 1. 13

Observe que há uma distinção nítida entre a vontade do homem e a vontade de Deus. Os homens quando vem ao mundo, nascem da vontade do homem, do sangue e da carne. O novo homem quando nasce, nasce da vontade de Deus por meio da água e do Espírito.
O versículo demonstra que os nascidos de Deus nascem da vontade de Deus, demonstrando que a vontade do homem é independente da vontade de Deus.
Mesmo quando regenerado, ao gerar filhos, o homem gera filhos segundo a sua vontade (carne, sangue e vontade do varão), o que torna os seus filhos, filhos de Adão. Este fato por si só demonstra que a vontade de Deus é completamente diferente da vontade do homem, e que de maneira alguma Deus controla a vontade do homem.

O novo nascimento refere-se ao nascer do ESPÍRITO e da VONTADE de Deus

O mesmo princípio que envolve o nascimento carnal, envolve o nascer de novo. Observe:
“O que é nascido da carne é carne...”

Os anjos comparados ao homem são maiores em poder, mas não possuem a capacidade de trazer um outro ser ao mundo. Ao homem foi dada esta capacidade. Embora o poder de conceder vida a uma criança em formação seja de Deus, a vontade, no entanto, é centrada no homem.
A vontade do homem, segundo a sua capacidade concedida por Deus, gera filhos: filhos nascidos da vontade do varão e segundo a carne. Segue-se que: “O que é nascido da carne, é carne”, pois é nascido “do sangue, da vontade da carne e da vontade do homem” Jo 1. 13 combinado com Jo 3. 6.

“... e o que é nascido do Espírito é espírito” Jo 3. 6.

Da mesma forma que ao nascer uma criança a vontade é do homem, mas o poder de conceder vida decorre de Deus segundo o seu mandamento “Mas vós frutificai e multiplicai-vos; povoai abundantemente a terra, e multiplicai-vos nela.” Gn 9. 7, segue-se que o poder de nascer de novo decorre de Deus.
Para que o homem venha nascer de novo há a necessidade de crer na palavra de Deus, que é o nascer da água “Estes, porém, foram escritos para que creiais que Jesus é o Cristo, o Filho de Deus, e para que, crendo, tenhais vida em seu nome” Jo 20. 31.
Na introdução ao seu evangelho, o apóstolo João demonstra que todos que crêem no nome de Jesus recebem poder para se tornar filhos de Deus. Serão filhos de Deus porque nascem da vontade de Deus e não da vontade da carne, do sangue ou dos homens; quem é nascido da vontade da carne, do sangue ou dos homens é carnal, mas quem nasce do Espírito de Deus é espiritual “Mas a todos os que o receberam, aqueles que crêem no seu nome, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus - Filhos nascidos não do sangue, nem da vontade da carne, nem da vontade do homem, mas de Deus”. Jo 1. 12 e 13.
Paulo complementa dizendo: “Porque não me envergonho do evangelho de Cristo, pois é poder de Deus para a salvação de todo Aquele que crê” Rm 1. 16

“Não te maravilhes de te ter dito: necessário vos é nascer de novo. O vento assopra onde quer, e ouves a sua voz, mas não sabes donde vem, nem para onde vai; assim é todo aquele que e nascido do Espírito” Jo 3. 7-8.

            Jesus ao falar da necessidade de se nascer de novo, aponta através da citação de um texto de Eclesiastes os parâmetros necessários para se compreender como ocorre o novo nascimento: “Assim como tu não sabes qual o caminho do vento, nem como se formam os ossos no ventre da que está grávida, assim também não sabes as obras de Deus, que faz todas as coisas” Eclesiastes 11. 5.
            Quando Jesus cita Eclesiastes, fica demonstra a total ignorância de um mestre judeu à respeito das obras de Deus. Da mesma forma que o homem não consegue precisar os caminhos do vento, ou como ocorre o milagre da formação dos ossos no ventre materno, assim também não sabe analisar ou precisar como ocorrem as obras de Deus.
O nascer do Espírito é obra de Deus da mesma forma que o são as maravilhas da natureza. É por esse motivo que o homem não pode compreender o princípio e o fim das maravilhas do universo. O vento e a sua trajetória, que não se pode precisar ou determinar, serve para demonstrar que o homem natural não sabe nada a respeito das obras de Deus.
Para Deus o nascer de novo é tão natural quanto o formar dos ossos da criança no ventre materno. O nascer de novo está em pé de igualdade com o velho nascimento, sendo tanto o velho quanto o novo nascimento obras exclusivas de Deus. Este segundo a palavra e vontade de Deus, e aquele segundo a vontade do homem, a carne e o sangue.


Nicodemos diante da exposição do Mestre questionou: “Como pode ser isso?” Jo 3. 9.
Neste ponto Jesus censurou Nicodemos: “Tu és mestre de Israel, e não sabes isto?”
Cristo não censurou o mestre Nicodemos por não saber das coisas concernente ao novo nascimento, mas porque foi exposto a doutrina do novo nascimento e Nicodemos, sendo mestre, não conseguiu compreender.
Cristo sempre se preocupou com a compreensão que os homens tem sobre as coisas concernente a vida eterna, e a parábola do semeador ilustra esta preocupação Lc 8. 4- 15.
            Novamente Cristo começa a explicar e conscientizar o membro do Sinédrio, supremo tribunal dos Judeus e um dos mestres de Israel.
            Note que:

1.      O que era dito por Cristo era confirmado por Deus através de milagres, mesmo assim não aceitavam o testemunho de Cristo, mas se admiravam dos milagres Jo 3. 11.
2.      Quando Cristo falava ao povo, ele tratava de coisas terrenas, e não criam. Agora Nicodemos queria saber das coisas celestiais. Como creriam nas coisas celestiais se já não criam quando lhes era falado das materiais? Jo 3.12.
3.      Jesus faz referência a um provérbio de Israel: “Quem subiu ao céu e desceu?” Pv 30. 4.

Provérbios

Um provérbio é de conhecimento geral de uma nação, e qualquer referência ou citação semelhante ao provérbio traz de imediato a memória do ouvinte àquela citação em específico, principalmente a um mestre.
“Quem subiu ao céu e desceu?” Desta maneira Cristo passa a falar com uma linguagem adequada a um mestre que não compreendia o que Cristo estava falando.
Provérbio significa ilustrações da vida tiradas das coisas do dia-a-dia, e Cristo havia citado Eclesiastes, e mesmo assim Nicodemos não entendeu nada “Se vos falei de coisas terrestres, e não crestes, como crereis, se vos falar das celestiais?” Jo 3. 12. Se Nicodemos não creu na exposição que comparava as coisas celestiais com as materiais, como ele haveria de crer nas celestiais?

“Ora, ninguém subiu ao céu, senão o que desceu do céu, o Filho do Homem, que está no céu” Jo 3. 13

Agur, filho de Jaqué de Massa disse a Itel e a Ucal um provérbio e fez várias perguntas: “Quem subiu ao céu e desceu? Quem encerrou os ventos em seus punhos? Quem..? Qual é o seu nome, e qual é o nome de seu filho¹, se é que o sabes? Toda palavra de Deus é perfeita; escudo ele é para os que nele confiam². Há uma geração que amaldiçoa a seu pai, e que não bendiz a sua mãe. Há uma geração que é pura aos seus olhos, e que nunca foi lavada da sua imundícia³”. Pv 30. 4-5 e 12.
Jesus demonstra que:
·        ‘Ora ninguém subiu ao céu, senão o que desceu do céu’ Ninguém subiu a não ser o que de lá desceu: O Filho do homem. Esta complementação ‘que está nos céus’ pode ser uma colocação providencial do escritor do evangelho.
·        Jesus várias vezes se identificou como sendo o Filho do homem, e, portanto, foi ele quem desceu e que, posteriormente, subiria aos céus;
·        Todas as perguntas feitas por Agur no livro de Provérbios aponta para Deus, e o mais interessante está em que o texto demonstra que Deus tem um Filho¹ “Qual é o seu nome, e qual é o nome de seu Filho, se é que o sabes?” Pv 30. 4. Jesus na conversa com Nicodemos demonstrou que ele é o Filho unigênito enviado ao mundo Jo 3. 16-17, e caso Nicodemos questionasse sobre a existência do Filho de Deus, nas escrituras estava explicito que Deus tem um Filho;
·        Nicodemos deveria crer na palavra que é perfeita², e que revela a vontade de Deus Sl 19 “Toda a palavra de Deus é pura; escudo é para os que confiam nele” Pv 30. 5, e não somente nos sinais;
·         Nicodemos deveria se conscientizar da sua atual condição como fariseu. A referencia: “Há uma geração que amaldiçoa a seu pai, e que não bendiz a sua mãe. Há uma geração que é pura aos seus olhos, e que nunca foi lavada da sua imundícia” Pv 30. 11- 12, é uma referencia clara sobre a condição dos fariseus³ Mt 15. 5 e Lc 15. 7.

A mensagem que Jesus traz é completa.
Jesus demonstrou que não era só por causa dos milagres que Nicodemos deveria afirmar que Ele era mestre vindo da parte de Deus; antes, deveria verificar que a palavra de Deus era perfeita! Que nela está demonstrado que Cristo é o Filho de Deus. Que Ele desceu dos céus. Que a geração da qual Nicodemos fazia parte não estava dentro da vontade de Deus.
Após esta colocação Jesus complementa com um comparativo: “E, como Moisés levantou a serpente no deserto, a assim importa que o Filho do homem seja levantado: para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna” Jo 3.14- 15.
Este versículo aponta três aspectos:
1.      “E...” da mesma maneira que ninguém subiu ao céu, a não ser o Filho do homem, importava também que Ele fosse levantado como a serpente foi levantada no deserto.
2.      “Assim como...”: Moisés levantou a serpente a mando de Deus, pois a população de Israel estava sendo atacada por uma praga de serpentes venenosas. A morte que atingia o povo de Israel era em decorrência da murmuração do povo, e só a providência divina é que afastou o mal. A providência divina estava na serpente de metal que Moisés levantou, mas para que se chegasse ao livramento havia a necessidade de se acreditar que tão somente um olhar livraria da morte quem fosse picado pelas serpentes. O segundo aspecto esta em Crer na palavra de Deus.
3.      “...da mesma forma...” Cristo demonstra que da mesma forma que foi levantada a serpente no deserto,  havia a necessidade de que Ele também fosse levantado. Ao homem é necessário nascer de novo, e ao Filho do homem foi necessário passar pela morte segundo a vontade de Deus.  

Cristo passaria pela morte com a finalidade de dar vida eterna a todos aqueles que cressem.
Nicodemos foi inteirado de todos os aspectos concernentes ao novo nascimento:
a) a crença em Cristo;
b) o amor de Deus;
c) salvação para todos;
d) o mundo está debaixo de condenação;
e) o amor dos homens e suas obras, e;
f) as obras devem ser feitas em Deus.

Jesus explicou detalhadamente o nascer de novo a Nicodemos, isto porque o homem natural não pode compreender por si só os mistérios de Deus; o conhecer a Deus depende única  e exclusivamente da revelação divina, pois a mente do homem natural não pode alcançar a plenitude de Deus.

Claudio Crispim
Copyright© 2006. All rights reserved. - http://www.ibiblia.net



O que é o Nascer de Novo?








Texto: (Joã 3:1-16)


1 ¶ E havia entre os fariseus um homem, chamado Nicodemos, príncipe dos judeus. 2 Este foi ter de noite com Jesus, e disse-lhe: Rabi, bem sabemos que és Mestre, vindo de Deus; porque ninguém pode fazer estes sinais que tu fazes, se Deus não for com ele. 3 Jesus respondeu, e disse-lhe: Na verdade, na verdade te digo que aquele que não nascer de novo, não pode ver o reino de Deus. 4 Disse-lhe Nicodemos: Como pode um homem nascer, sendo velho? Pode, porventura, tornar a entrar no ventre de sua mãe, e nascer? 5 Jesus respondeu: Na verdade, na verdade te digo que aquele que não nascer da água e do Espírito, não pode entrar no reino de Deus. 6 O que é nascido da carne é carne, e o que é nascido do Espírito é espírito. 7 Não te maravilhes de te ter dito: Necessário vos é nascer de novo. 8 O vento assopra onde quer, e ouves a sua voz, mas não sabes de onde vem, nem para onde vai; assim é todo aquele que é nascido do Espírito. 9 Nicodemos respondeu, e disse-lhe: Como pode ser isso? 10 Jesus respondeu, e disse-lhe: Tu és mestre de Israel, e não sabes isto? 11 Na verdade, na verdade te digo que nós dizemos o que sabemos, e testificamos o que vimos; e não aceitais o nosso testemunho. 12 Se vos falei de coisas terrestres, e não crestes, como crereis, se vos falar das celestiais? 13 Ora, ninguém subiu ao céu, senão o que desceu do céu, o Filho do homem, que está no céu. 14 E, como Moisés levantou a serpente no deserto, assim importa que o Filho do homem seja levantado; 15 Para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. 16 Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. (João 3:1-16 ACF)

Introdução:

Não é nenhuma reforma...Nenhum tornar-se membro de alguma igreja...Nenhum batismo...Nenhuma coisa que nós mesmos fazemos...É o trabalho regenerativo do Espírito Santo.







I. É o único caminho para o reino de Deus
(Joã 3:3,5) "3 Jesus respondeu, e disse-lhe: Na verdade, na verdade te digo que aquele que não nascer de novo, não pode ver o reino de Deus. 4 Disse-lhe Nicodemos: Como pode um homem nascer, sendo velho? Pode, porventura, tornar a entrar no ventre de sua mãe, e nascer? 5 Jesus respondeu: Na verdade, na verdade te digo que aquele que não nascer da água e do Espírito, não pode entrar no reino de Deus."








II.  É uma nova vida concedida, a qual é tanto espiritual como eterna.

(Joã 3:14-16) "14 E, como Moisés levantou a serpente no deserto, assim importa que o Filho do homem seja levantado; 15 Para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. 16 Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna." 
(Gal 2:20)"Já estou crucificado com Cristo; e vivo, não mais eu, mas Cristo vive em mim; e a vida que agora vivo na carne, vivo-a na fé do Filho de Deus, o qual me amou, e se entregou a si mesmo por mim. (Gálatas 2:20 )"








III.  É a criação [geração] de um novo homem.
(2Co 5:17)"Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo. (2 Coríntios 5:17 )"







IV. É uma natureza (nova e divina!) que é concedida.
(2Pe 1:4)"Pelas quais ele nos tem dado grandíssimas e preciosas promessas, para que por elas fiqueis participantes da natureza divina, havendo escapado da corrupção, que pela concupiscência há no mundo. (2 Petro 1:4 )"







V. Esta nova natureza é contrária à carne (ao homem natural), e elas lutam uma contra a outra.
(Gal 5:17)"Porque a carne cobiça contra o Espírito, e o Espírito contra a carne; e estes opõem-se um ao outro, para que não façais o que quereis. (Gálatas 5:17)"








VI. É um trabalho do Espírito Santo, que usa como Seu instrumento a Palavra de Deus.


(Tia 1:18) "Segundo a sua vontade, ele nos gerou pela palavra da verdade, para que fóssemos como primícias das suas criaturas. (Tiago 1:18)"








VII. Acontece quando Cristo é recebido pela fé, através de nós crermos em Seu nome [crermos que é O Deus, O Salvador, O Senhor, O Messias, ...].


(Joã 20:31) "Estes, porém, foram escritos para que creiais que Jesus é o Cristo, o Filho de Deus, e para que, crendo, tenhais vida em seu nome. (João 20:31)" 



Vernon Roberts
Traduzido por Valdenira N. de M. S.




(retorne a http://solascriptura-tt.org/Sermoes/
retorne a http://solascriptura-tt.org/)




O Que Significa Nascer de Novo?


       Novo nascimento, regeneração ou nascimento espiritual são termos semelhantes e significam receber a 
VIDA ETERNA e a salvação em Cristo Jesus.
"Na verdade, na verdade te digo que aquele que não nascer de novo não pode ver o reino de Deus". (Jo 3.3).
       O NOVO NASCIMENTO é experimentado por aquele que se arrepende de seus pecados e os deixa, crê no Senhor Jesus, e O aceita como Senhor e Salvador. O homem nascido de Deus, nascido do Espírito é uma NOVA CRIATURA, uma nova pessoa que evita o pecado e está disposta a viver em obediência a Deus e conforme a Sua palavra. O Novo Nascimento é o maior milagre que Deus opera na vida do homem.
"Portanto, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram, tudo se fez novo".
      Novo Nascimento é sinônimo de libertação, de transformação. Significa sair das TREVAS e ir para a LUZ; sair do reino de Satanás e ir para o reino de Deus; deixar de ser apenas CRIATURA DE DEUS para ser FILHO DE DEUS.(2 Co 5.17; Rm 12.2; Ef 4.22-25; Cl 3.7-10; 1 Jo 3.9; 5.18).

Autor:  Pr Airton Evangelista da Costa



A mente de Cristo – Se alguém está em Cristo, nova criatura é


Ter a mente de Cristo não é receber um transplante onde seu cérebro e removido e colocado um outro e sim confrontar seus pensamentos com a proposta de salvação oferecida por Deus através de Cristo e no momento em que você entende realmente o significado da morte de Cristo e é guiado pelo Espírito Santo você é liberto do pecado e com isso passa a pensar e agir como Cristo, ou seja amar incondicionalmente, entender o propósito de Deus para sua vida.
“E, tendo anunciado o evangelho naquela cidade e feito muitos discípulos, voltaram para Listra, e Icônio e Antioquia, confirmando os ânimos dos discípulos, exortando-os a permanecer na fé, pois que por muitas tribulações nos importa entrar no reino de Deus.”(Atos 14:21-22)
Após a pregação do evangelho realizada nas cidades de Listra, Icônio e Antioquia, iniciou-se o discipulado aos  novos convertidos. Na vida cristã passamos por tribulações. Mas, por que tais tribulações são necessárias?
No ato da conversão passamos a ter a mente de Cristo. ( Se isso não acontecer não houve conversão) Simples assim sem muitos rodeios teológicos,  metafóricos ou exegéticos para deixar você feliz da vida.
1 Coríntios 2:14 a 16
14 Ora, o homem natural não aceita as coisas do Espírito de Deus, porque para ele são loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente.
15 Mas o que é espiritual discerne bem tudo, enquanto ele por ninguém é discernido.
16 Pois, quem jamais conheceu a mente do Senhor, para que possa instruí-lo? Mas nós temos a mente de Cristo.

Isso significa que não somos mais prisioneiros do pecado e muito menos guiados pela natureza pecaminosa do ser humano.
Cristo não era preso ao pecado como nos, pois não foi gerado pelo desejo da carne.
A nossa regra de fé e prática é a Palavra de Deus e somos guiados pelo Espírito Santo de Deus.
Agimos diferente do mundo.

2 Coríntios 5:17
Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo.

Por esse motivo, quando nos comportamos diferentemente do mundo sofremos tribulações.
As perseguições surgem pela diferença entre o salvo e o não salvo os que querem seguir a cartilha do mundão e os que querem seguir o que está na Bíblia. Isso é normal pois não somos deste mundo e não fomos criados para viver dessa forma.
Exemplo:
Todos querem o exigir da vida eterna fazem plásticas e tem até pessoas congeladas para quando inventarem o elixir milagroso da vida eterna eles serem ressuscitados e voltarem a viver.
Essa vontade que essa pessoas tem é normal, pois fomos feitos por DEUS para sermos eternos antes da queda de Adão e Eva.
você deve estar se perguntando, mas o que eu tenho a ver com Adão e Eva? Bom se você não tem nada haver com as primeiras pessoas criadas por Deus é simples a resposta se elas não tivessem sido criadas não existiríamos.

Se você é um novo convertido, e tem feito coisas que desagradam a Deus, veja se você está realmente na fé.
O principal sinal de que estamos na fé é quando nos arrependemos dos nossos pecados, no momento em que somos confrontados com a Palavra de Deus.

O salvo quer se livrar do pecado e não tem mais alegria em pecar.
Se você não tem vontade de melhorar e tudo o que faz é por medo de morrer e ir para o inferno então você não está convertido e sim foi convencido pela pregação do pregador ou pelo seu medo.
O verdadeiro evangelho liberta e não oprime as pessoas, viver no evangelho por medo do inferno é assinar o bilhete de entrada.

Por / DAniel Alves Pena


Fonte:http://igrejancor.com/site/category/colunas/obreiro-daniel-alves/a-mente-de-cristo-–-se-alguem-esta-em-cristo-nova-criatura-e/


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Marcadores

(I Pedro 5:8) (1) 1 Coríntios (3) 1 Pedro (1) 1Pedro (1) 2 Pedro (2) A (1) A palavra da Cruz é Loucura (3) A Parábola do Rico e Lázaro (1) a Semente e os Solos (1) A Volta de Jesus (4) A. W. Tozer (36) A.W Pink (2) Abandonado (1) Aborto (9) Adoração (18) Agostinho (1) Aids (1) Alegria (22) Aliança (1) Alívio (1) Almas (17) Amarás o Próximo (1) Amargura (1) Amém (3) Amizade (5) Amor (70) Anátema (1) Angústia (2) Animais (1) Anjos (3) Anorexia (1) Ansiedade (5) Anticristo (2) Antidepressivo (1) Antigo Testamento (1) Apocalipse (10) Apostasia (5) Apóstolo Paulo (4) Arca de noé (2) Arrebatamento (3) Arrependimento (22) Arrogância (1) Arthur W. Pink (5) As Igrejas de todos os Tipos e para todos os Gostos (1) Ateísmo (4) Ateus (5) Augustus Nicodemus (2) Autoridade (4) Avareza (1) Aviso (2) Avivamento (10) Batalha Espiritual (7) Batismo (4) Bebida Alcóolica (1) Benção (2) Bíblia (49) Boas Novas (1) Bullying (1) Cálice (2) Calvinismo (2) Campanhas no Facebook (1) Cansado (1) Caráter (4) Carnal (1) Carnaval (2) Carne (11) Carta de Deus e do Inferno (2) Carter Conlon (1) Casamento (32) Castigo (1) Catolicismo.Religiao (1) Céu (14) Chamados ao primeiro amor (5) Charles Haddon Spurgeon (274) Cigarro (1) Circo ou Igreja? (1) Cirurgia Plástica (1) Citações Redes Sociais (2) Clodoaldo Machado (1) Cobiça (1) Comunhão (4) Comunidade no Orkut (1) Conhecendo as Histórias da Bíblia (1) Conhecimento (2) Consciência (2) Consolador (3) Copa do Mundo (1) Coração (31) Coragem (4) Corra (1) Corrompidos (1) Cosmovisão Cristã (1) Crer em Jesus (3) Criação (3) Criança (7) Cristãos (60) Cristianismo (19) Cristo (85) Crucificaram (1) Cruz (29) Culto (2) Cultura (4) Cura (6) David Wilkerson (43) Demônio (4) Dennis Allan (23) Denominações (1) Dependência (2) Depravação Humana (11) Depressão (6) Desanimado e fraco (11) Descanso (1) Desejo (1) Desenhos para Crianças (9) Deserto (1) Desigrejados (1) Desonra (1) Desprezado e Rejeitado (3) Desviado (5) Deus (328) Devoção (1) Diabo (9) Dinheiro (11) Discernimento (1) Discipulado (7) Discípulos Verdadeiros (4) Divórcio (9) Divulgue esse Blog (2) Dízimos e Ofertas (3) Dons Espirituais (1) Dor (6) Dores de Parto (1) Doutrinas (5) Dr J.R (1) Drogas (1) Dúvidas (1) Eclesiastes (1) Ego (1) Enganados (1) Envelhecer com Deus (1) Equilibrio (1) Errando (2) Escolha (2) Escolhidos De Deus (10) Escravo por Amor (2) Esforço (1) Esperança (8) Espíritismo (1) Espirito Santo (27) Espirituais (35) Estudo da Bíblia (257) Estudo Livro de Romanos por John Piper (17) Estudo Livro de Rute por John Piper (5) Eternidade (10) Eu Não Consigo (1) Evangelho (76) Evangelho da Prosperidade (13) Evangelho do Reino (1) Evangelismo (5) Evangelizar pela Internet (7) Evolução (1) Exaltação (1) Êxodo (1) Exortação (3) Ezequiel (1) Falar em Linguas (3) Falsos Profetas(Enganação) (17) Família (16) Fariseus (3) (49) Felicidade (6) Festas do Mundo (1) Festas juninas(São João) (1) Fiél (3) Filmes Bíblicos (43) Finais dos Tempos (11) Força (1) Fruto (8) Futebol (1) Gálatas (1) George Müller (1) George Whitefield (2) Glória (44) Graça (47) Gratidão (3) Guerra (4) Hebreus (1) Heresias (3) Hernandes Lopes (110) Hinos (1) Homem (46) Homossexual (6) Honra (1) Humanismo (1) Humildade (9) Humilhado (8) Idolatria (12) Idoso (1) Ignorância (1) Igreja (79) Ímpios (1) Incentivo (1) Incredulidade (2) Inferno (8) Ingratidão (2) Inimigo (2) Inquisição Católica (1) Intercessão (1) Intercessor (1) Intervenção (9) Intimidade (1) Inutéis (1) Inveja (1) Ira (12) Isaías (1) J. C. Ryle (9) James M. Boice (1) Jejum (4) Jeremias (2) Jesus (88) (1) João (4) João Calvino (145) Jogos VIDEO GAMES (2) John Owen (15) John Pipper (587) John Stott (28) John Wesley (1) Jonathan Edwards (92) José (1) Joseph Murphy (1) Josué Yrion (8) Jovens (15) Julgamento (20) Justiça (2) Lave os pés dos seus irmãos Vá em busca dos perdidos e fale do amor de Deus (1) Leão da Tribo de Judá (1) Legalismo vs. Bem-Aventuranças (1) Leonard Ravenhill (52) Liberdade (10) Língua (5) Livre arbítrio (10) Livros (67) Louvor (4) Lutar (7) Maçonaria e Fé Cristã (1) Mãe (2) Mal (18) Maldições Hereditárias (3) Manifestações Absurdas (2) Marca da Besta (1) Mártires (5) Martyn Lloyd-Jones (173) Masturbação (2) Mateus (2) Maturidade (2) Médico dos Médicos (1) Medo (2) Mefibosete (1) Mensagens (372) Mentira (8) Milagres (2) Ministério (10) Misericórdia (13) Missão portas abertas (21) Missões (27) Missões Cristãos em Defesa do Evangelho (1) Monergismo (1) Morrendo (12) Morte (43) Morte de um ente querido que não era crente (1) Mulher (11) Mulheres pastoras (2) Mundanismo (3) Mundo (28) Murmuração (3) Músicas (38) Músicas nas Igrejas.Louvor (8) Namoro ou Ficar (12) Natal (4) Noiva de Cristo (2) Nosso Corpo (1) Novo convertido (10) Novo Nascimento (11) O Semeador (1) O Seu Chamado (13) Obediencia (8) Obras (15) Obreiros (2) Observador (2) Oração (67) Orgulho (10) Orgulho Espiritual (1) Orkut (1) Paciência (7) Pai (1) Pais e Filhos (21) Paixão (3) Paixão de Cristo (2) Parábola Filho Pródigo (2) Parábolas (9) participe do nosso grupo e curta nossa página! (1) Páscoa (1) Pastor (18) Paul Washer (216) Paulo Junior (239) Paz (4) Pecado (106) Pecadores (12) Pedofilia (2) Perdão (16) perse (1) Perseguição (13) Pobre (4) Poder (18) Por que tarda o pleno Avivamento? (3) Pornografia (8) Porque Deus permite o sofrimento dos inocentes (2) Porta Estreita (2) Pregação (24) PREGAÇÕES COMPLETAS INTRODUÇÃO ESCOLA DE OBREIROS (1) Profecias (3) Profetas (3) Prostituição (2) Provação (2) Provar o Evangelho Para Aqueles que Não acreditam Na Bíblia (1) Provérbios (1) Púlpito (3) Que aproveita ao homem ganhar o mundo inteiro e perder a sua alma (1) R. C. Sproul (29) Realidade (1) Rebelde (1) Redes Sociais (2) Reencarnação (2) Refletindo Sobre Algumas coisas (1) Reforma e Reavivamento (1) Reforma Protestante (3) Refúgio (2) Regeneração (16) Rei (3) Relativismo (1) Religião (7) Renúncia (2) Ressuscitou (5) Revelação (1) Ricardo Gondim (1) Richard Baxter (7) Rico (12) Romanos (20) Roupas (1) Rupert Teixeira (4) Rute (5) Sabedoria (12) Sacrifício (3) Salvação (45) Sangue de Cristo (3) Santa Ceia (2) Santidade (34) Satanás (15) Secularismo (1) Segurança Completa (1) Seitas (3) Semente (1) Senhor (10) Sensualidade (2) Sermão da Montanha (2) Servos Especiais (4) Sexo (8) Sinais e Maravilhas (2) Soberba (1) Sofrimento (24) Sola Scriptura (1) Sola Scriptura Solus Christus Sola Gratia Sola Fide Soli Deo Gloria (4) Soldado (1) Sozinho (3) Steven Lawson (12) Submissão (1) Suicídio (2) Televisão um Perigo (8) Temor (4) Tempo (5) Tentação (9) Teologia (2) Teologia da Prosperidade (4) Tesouro que foi achado (4) Tessalonicenses 1 (1) Testemunhos (29) Thomas Watson (17) Tim Conway (38) Timóteo (1) Todo homem pois seja pronto para ouvir tardio para falar tardio para se irar Tiago 1.19 (1) Trabalho (2) Tragédia Realengo Rio de Janeiro (2) Traição (4) Transformados (1) Trevas e Luz (2) Tribulação (10) Trindade (2) Tristeza (5) Trono branco (2) Tsunami no Japão (2) tudo (231) Uma Semente de Amor para Russia (1) Unção (3) Ungir com Óleo (1) Vaidade (3) Vaso (2) Velho (1) Verdade (30) Vergonha (3) Vestimentas (1) Vícios (6) Vida (39) Vincent Cheung (1) Vitória (5) Vontade (1) Votação (1) Yoga (1)

Comentários:

Mensagem do Dia

O homem, cujo tesouro é o Senhor, tem todas as coisas concentradas nEle. Outros tesouros comuns talvez lhe sejam negados, mas mesmo que lhe seja permitido desfrutar deles, o usufruto de tais coisas será tão diluído que nunca é necessário à sua felicidade. E se lhe acontecer de vê-los desaparecer, um por um, provavelmente não experimentará sensação de perda, pois conta com a fonte, com a origem de todas as coisas, em Deus, em quem encontra toda satisfação, todo prazer e todo deleite. Não se importa com a perda, já que, em realidade nada perdeu, e possui tudo em uma pessoa Deus de maneira pura, legítima e eterna. A.W.Tozer

"A conversão tira o cristão do mundo; a santificação tira o mundo do cristão." JOHN WESLEY"

Minha foto

Darliana+ Missões Cristãos em Defesa do Evangelho+✿Apenas uma alma que foi resgatada através da graça e misericórdia de Deus,Dai de graça o que de graça recebeste' (Mt. 10,8). Latim para estar em consonância com as cinco teses que dão sustentação ao “pensamento”e à vida do genuíno cristão reformado: sola scriptura,sola gratia, sola fide,solus christus, soli deo gloria. E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará." (João 8 : 32) "Um cristão verdadeiro é uma pessoa estranha em todos os sentidos." Ele sente um amor supremo por alguém que ele nunca viu; conversa familiarmente todos os dias com alguém que não pode ver; espera ir para o céu pelos méritos de outro; esvazia-se para que possa estar cheio; admite estar errado para que possa ser declarado certo; desce para que possa ir para o alto; é mais forte quando ele é mais fraco; é mais rico quando é mais pobre; mais feliz quando se sente o pior. Ele morre para que possa viver; renuncia para que possa ter; doa para que possa manter; vê o invisível, ouve o inaudível e conhece o que excede todo o entendimento." A.W.Tozer✿

Postagens Populares

Bíblia OnLine - Leitura e Audio

Bíblia OnLine - Leitura e Audio
Alimentar-se da Palavra "Porque a palavra de Deus é viva e eficaz, e mais penetrante do que espada alguma de dois gumes, e penetra até à divisão da alma e do espírito, e das juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e intenções do coração." (Hebreus 4 : 12).Erram por não conhecer as Escrituras, e nem o poder de Deus (Mateus 22.29)Bem-aventurado aquele que lê, e os que ouvem as palavras desta profecia, e guardam as coisas que nela estão escritas; porque o tempo está próximo. Apocalipse 1:3

Feed: Receba Atualizações Via Email

Coloque o seu endereço de email e receba atualizações e conteúdos exclusivos:

Cadastre seu E-mail.Obs.: Lembre-se de clicar no link de confirmação enviado ao seu e-mail.